Te VivoArquivo

Luan Santana vira idoso no clipe de "Te Vivo"


Luan aproveitou a canção que é, provavelmente, a melhor de sua carreira até o momento, “Te Vivo”, e resolveu fazer um clipe pesado, lançado na noite deste domingo (29).

O roteiro nada lembra o sertanejo-jovem-animado que lançou Luan no mercado. Trata-se de um clipe triste, um tanto dramático, que mostra o cantor na pele de um jovem e na de um idoso, em um trabalho de maquiagem muito interessante.

O clipe de “Te Vivo” pode ser conferido abaixo. A direção é do Alex Batista (“A Verdade”, “É Tenso”).

___

Um outro Luan Santana


Até o final da semana, chega às lojas de todo o país o CD “Quando Chega a Noite”, lançamento de Luan Santana.

No ano passado, comentei que com “Nega” Luan dava indícios de que suas músicas, em letra e melodia, passariam por uma discreta mudança que as tornaria mais adultas.

Logo que “Você de mim não sai” e “Incondicional” foram lançadas, no entanto, alguns leitores vieram cobrar onde estava esse tal “crescimento”. Quando saíram as fotos de divulgação, então, nas quais muitos viram referências a saga “Crepúsculo”, até eu mesmo passei a desconfiar do que havia escrito.

Só que ouvindo o CD inteiro, felizmente, fica claro que há a intenção de tornar seu trabalho mais adulto, mudança que será chave principal pra manter Luan nos holofotes por anos e anos (mesmo com muita gente torcendo contra).

Há várias canções que eu poderia publicar aqui, mas creio que duas, especificamente, traduzem melhor o que eu disse até agora.

A faixa número 13, “Te Vivo”, ao meu ver é a melhor canção do disco. Seja pela melodia (o arranjo me parece influenciado por “Someone Like You”, da Adele), letra ou, principalmente, pela interpretação. Tenho a impressão de que se for escolhida pra rádio, vira aqueles sucessos estrondosos.

[uolmais type=”audio” ]http://mais.uol.com.br/view/12645080[/uolmais]

A outra que escolhi é “Promete”, a última faixa do disco, uma guarânia. Lembrando que a produção do CD do Luan, pela primeira vez, foi feita pelo Fernando, da dupla Fernando e Sorocaba.

[uolmais type=”audio” ]http://mais.uol.com.br/view/12645071[/uolmais]