Universo Sertanejo

DESTAQUES

Sábado foi dia do Festival Villa Mix em Ribeirão Preto. Veja como foi.


No último sábado, 18, em Ribeirão Preto, foi realizada mais uma daquelas esperadas edições do Villa Mix.

jemms

rbp5

Além de ser uma região muito importante pra divulgação da música sertaneja, é uma área da qual saíram ou na qual ainda vivem nomes fortes dos bastidores do sertanejo, contratantes, radialistas, divulgadores e etc.

jbvr

Foi a primeira vez que João Bosco e Vinícius, residentes em Ribeirão Preto, participaram de um Festival Villa Mix, que vem aos poucos abraçando artistas diferentes, deixando de lado, na medida do possível, a concorrência natural entre escritórios.

rbp

Além da dupla, a escalação trouxe os veteranos do Festival Jorge e Mateus, Bruno e Marrone, Humberto e Ronaldo, Guilherme e Santiago e Matheus e Kauan.

mekk

As fotos são do Rubens Cerqueira.

gess

E uma foto geral do público, durante o show de Bruno e Marrone.

rbp6



universo_sertanejo
bnvelp

Carreiro e Capataz lançam o primeiro CD. Ouça e baixe aqui!


Ficou pronto ontem, segunda-feira, o primeiro CD da dupla Carreiro e Capataz, que se formou logo após o fim da parceria entre o Capataz e o João Carreiro. O título é “Ainda mais brutos”.

cecptzfb-1024x523

Quem já ouviu algo da dupla nova, sabe que a voz do Carreiro é muito parecida com a do João. Dá pra ficar aqui fazendo diversas comparações, mas não levaria a lugar algum.

O disco tem 14 músicas, naturalmente mantém aquele estilo que varia entre bruto-caipira-romântico, e traz algumas surpresas boas. Eu só ouvi o disco todo uma vez, estou aproveitando que ele está disponível pra download pra que justamente todos já possam ouví-lo. A produção é do Neto Nery.

Nessa primeira audição rápida, uma música me chamou a atenção especialmente: “Será que o cê tá bem?”. Curiosamente, uma canção que foge um pouco o que JCeC gravavam.

Vale a pena dar crédito, baixar e ouvir. Quem quiser baixar, pode clicar aqui.



universo_sertanejo
bnvelp

“Bebendo e Chorando”: a nova e boa música de George Henrique e Rodrigo


Depois de um bom resultado com “Nossa Chama”, que já distanciava bastante do pop “Conto até dez”, George Henrique e Rodrigo saíram um pouco do próprio padrão e lançaram, sem conotação negativa alguma no termo, um breguinha chamado “Bebendo e Chorando”.

Com um arranjo mais simples, marcado pelo saxofone que foi presente no sertanejo nos anos 1990 e hoje é comum nos arrochas vindos do Nordeste (e que o Gusttavo Lima emprestou recentemente e se deu muito bem), a composição do George Henrique é algo bem diferente do que eles costumam gravar.

E não é que ficou bem interessante? A melodia, inclusive, me lembrou algumas dos anos 1990.

Os arranjos ficaram por conta do Bigair. A música pode ser conferida abaixo, junto a imagens da gravação.



universo_sertanejo
bnvelp

Luan Estilizado com Jorge e Mateus: “Valeu”. Já ouviu?


Luan e Forró Estilizado (ou Luan Estilizado, como queiram) podem não ter saído como vencedores do “Superstar”, da Globo, mas sem dúvida, ao menos até agora, foram os nomes que mais aproveitaram a exposição.

O disco pós-programa do Luan já está pronto, com as canções apresentadas no “Superstar” acrescidas de algumas inéditas e outras com participações bem interessantes.

O trabalho não foi lançado ainda (sairá pela Som Livre), mas hoje foi divulgada a primeira música em parceria desse projeto.

Trata-se do forrózinho romântico “Valeu”, do Dorgival Dantas, cantada por Luan ao lado de Jorge e Mateus.



universo_sertanejo
bnvelp

Top 10: Victor e Leo seguem no topo. Confira as músicas sertanejas mais tocadas da última semana (12/10 a 18/10)


A lista da última semana mostra, mais uma vez, a força de Victor e Leo ao longo de 2014.

A canção “Tudo com Você”, a terceiro trabalhada do disco “Viva por Mim”, continua na liderança sem ser incomodada, seguida de “Vou te amarrar na minha cama”, de Bruno e Marrone, e “Longe Daqui”, canção de Munhoz e Mariano com Luan Santana que vem crescendo a cada semana.

A lista traz uma grande surpresa: a estreia de Zé Felipe, filho de Leonardo, no Top10. A canção é a boa “Saudade de Você”, a primeira de trabalho do rapaz.

___

01 – Tudo com você – Victor e Leo (1) – 1441
02 – Vou te amarrar na minha cama – Bruno e Marrone (2) – 1259
03 – Longe Daqui – Munhoz e Mariano com Luan Santana (-) – 1219
04 – Colo – Jads e Jadson part Victor e Leo (3) – 1201

05 – Tanto Faz – Luan Santana (5) – 1194
06 – Destino – Lucas Lucco (8) – 1174


07 – Domingo de Manhã – Marcos e Belutti (6) – 1157
08 – Indescritível – João Bosco e Vinícius (4) – 1082
09 – Implorando pra trair – Michel Teló part Gusttavo Lima (10) – 1071
10 – Saudade de Você – Zé Felipe (-) – 1050

Fonte: Crowley/Universo Sertanejo



universo_sertanejo
bnvelp

Site do Fantástico promove a “Batalha dos Sertanejos”


O site do Fantástico colocou no ar, no último domingo, uma disputa chamada “Batalha dos Sertanejos”. A brincadeira foi anunciada no programa logo depois da exibição do “Bem Sertanejo”.

A ideia é simples: selecionaram um número enorme de discos de artistas grandes, médias e pequenos, das gerações mais distintas, e colocaram esses álbuns pra disputarem a preferência do público. Você vota em um, e logo fica sabendo a classificação geral dele.

Pra mostrar que a “Batalha…” não tem só gente “pop”, trago uma imagem abaixo que mostra a abrangência da brincadeira, que apesar de ter o único intuito de divertir, nos dá uma certa ideia do que o pessoal anda gostando de ouvir.

Pra acessar o site, clique aqui ou sobre a imagem.

batalhados



universo_sertanejo
bnvelp

Ribeirão Preto recebe Festival Villa Mix, no próximo sábado. João Bosco e Vinícius fazem estreia


A cidade de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, recebe neste sábado, 18, o Festival Villa Mix.

Com a escalação forte como de costume, com as presenças de Jorge e Mateus, Bruno e Marrone, Guilherme e Santiago, Humberto e Ronaldo e Mateus e Kauan, a lista de shows traz uma novidade: pela primeira vez, João Bosco e Vinícius, radicados na cidade de Ribeirão, tocam em um Festival Villa Mix.

Como quem frequenta o blog já sabe, todas as edições contam com uma cobertura aqui no nosso espaço. Nessa reformulada pela qual o blog passou, o Villa Mix ganhou uma página própria lá na barra preta superior. A partir dessa semana, com mais tempo, vou atualizar essa página com todo o conteúdo já produzido aqui a respeito do Villa Mix.

vmixrp



universo_sertanejo
bnvelp

O tal do “Velho Barreiro”


Quem navega nas redes sociais e curte algumas páginas relacionadas ao sertanejo, deve ter se deparado já com a divulgação de uma música chamada “Velho Barreiro”.

É que a canção não se trata de um lançamento de apenas uma dupla só, mas de duas.

Fabinho e Rodolfo e Léo e Raphael, duas duplas que têm a cidade de Londrina como base, estão divulgando a música e o clipe gravados em parceria.

vbarreiro

Na realidade, os quatro formam uma turma de compositores que fazem música tanto pra eles quanto pra outros artistas, e “Velho Barreiro” saiu dessa união. Outra composição deles é “Modão”, mais uma das boas canções do novo CD de Humberto e Ronaldo.

O clipe, dirigido pelo André Jacques, pode ser conferido abaixo. O marketing digital é por conta de AlbertoniMKT.



universo_sertanejo
bnvelp

Gusttavo Lima fala, pela primeira vez, sobre os novos rumos da carreira


Na primeira semana de setembro, Gusttavo Lima anunciou uma mudança importante em sua carreira: após 6 anos, ele se despediria da Audiomix, empresa na qual construiu seu sucesso.

Desde então, falou pouco. Divulgou a parceria com o escritório “Mega”, do empresário Cláudio Roberto, reconhecido no meio por seu trabalho com divulgação em rádios e que também cuida da carreira de João Neto e Frederico, e planeja o lançamento do DVD “O Buteco do Gusttavo Lima” para novembro.

O fim da parceria não foi exatamente uma surpresa. Desde 2013 se ouvia que Gusttavo queria ter mais autonomia. Apesar do rompimento, o cantor faz questão de deixar claro a admiração por seu ex-empresário, Marcos Araújo, conhecido (e tratado na entrevista) como Marquinho.

gl0

-Por que você decidiu sair da Audiomix

Eu queria mudar algumas coisas na minha carreira, conversei com o Marquinho e mostrei algumas propostas minhas, mas a gente acabou não conseguindo entrar em um acordo. Aí eu vi que era hora de por um ponto final e eu tocar minha carreira. Não foi de um dia pro outro, foi algo bem pensado.

Não saí por dinheiro, não teve briga, foi por ideias, por vontades que eu tinha na minha carreira. O Marquinho foi uma pessoa muito importante pra mim, tenho uma gratidão muito grande por ele e pela família dele. Ele é o maior e melhor empresário do Brasil, mas nossas ideias não batiam mais.

-Você disse que saiu por uma liberdade maior, mas em poucos dias anunciou uma parceria com outro escritório, o “Mega”, do Cláudio…

Mas é diferente, na verdade o que eu fiz foi virar sócio do Cláudio. Eu durmo 4 da manhã e acordo às 8, mas mesmo assim, a gente sempre precisa de alguém.

O Cláudio tem algo muito bom pra mim que é o trabalho de rádio, ele é muito forte nisso, e era algo que eu queria mudar na minha carreira. Eu sabia que reforçar o trabalho de rádio ia ser algo importante pra mim, e graças a Deus os radialistas estão me abraçando, me recebendo muito bem. “Que mal te fiz eu” já está entre as mais tocadas em vários lugares.

-Você acha que tem conhecimento suficiente pra tocar uma carreira do tamanho da sua?

Nesses 6 anos com o Marquinho eu aprendi muito. Vi muita coisa, aprendi muita coisa. Hoje eu tô sendo um pouco de tudo, empresário, produtor, artista, que é o que eu queria. Além disso, eu tenho duas pessoas que estão sempre trabalhando pelo meu bem (os dois sócios: Cláudio e PC).

gl1

-Logo depois do anúncio da sua saída, houve o Villa Mix Goiânia e São Paulo. Em ambos, você preferiu não atender a imprensa? Por que?

Eu achava que não era hora de falar. Tava muito em cima, aí não queria correr o risco de ser interpretado errado. Em novembro vou fazer uma coletiva em São Paulo pro lançamento do novo show, aí aproveito e falo sobre isso pra quem quiser saber.

Claro que não preciso entrar em detalhes de contrato, acerto, essas coisas mais particulares, mas falo sobre o que aconteceu numa boa, não tenho o que esconder não.

-Quando começou a tomar corpo a história de que você sairia da Audiomix, surgiu um papo de que seu destino seria o escritório de Zezé di Camargo e Luciano, duas pessoas das quais você se aproximou bastante de dois anos pra cá. Houve alguma conversa nesse sentido?

Em momento algum. O Zezé e o Luciano conversaram demais comigo, deram conselhos, sabe? Em momento nenhum houve convite, não teve isso não. O Zezé ainda falou bem do Marquinho pra mim, me perguntou se eu tava certo da decisão, e disse que iria me apoiar no que eu decidisse.

É bom eu deixar claro que foi uma decisão só minha. Não teve influência de ninguém, foi uma coisa que eu quis pra mim, fui lá e tomei a decisão.

gl2

-Quando você lança “O Buteco do Gusttavo Lima”?

Ele sai em novembro. Na verdade, ele é um projeto paralelo. A gente gravou esse primeiro e eu pretendo gravar outros, quase um Buteco por ano. Esse é um projeto só de músicas conhecidas, pra galera botar no churrasco, pra viajar, escutar no barzinho.

A Som Livre vai fazer todo um lançamento, a gente sabe que esse tipo de disco de regravação tem uma saída muito boa. Talvez saia uma música desse DVD pra virar de trabalho: Carta Branca, que eu regravei do Araketu.

-Você continua com a Som Livre?

Continuo sim, normal. Minha estrutura continua normal, minha carreira, o que mudou mesmo foi só na forma de administrar.

-E pro ano que vem?

Eu acabei de abrir um escritório próprio também, o “Balada Eventos”. Quem sabe até pra cuidar de outros artistas, também. No ano que vem tem DVD novo, talvez ali em agosto, dessa vez daqueles maiores, sabe? Grandiosos.

Tô aos poucos dando uma cara nova pro artista Gusttavo Lima, graças a Deus tá tudo caminhando bem.



universo_sertanejo
bnvelp

Top10: Victor e Leo seguem com a mais tocada. Confira a lista da última semana.


As músicas sertanejas mais tocadas da última semana (05/10 a 11/10).

A lista da última semana não tem mudança na liderança, mas teve mais alterações que de costume nas outras posições.

Victor e Leo seguem no topo com “Tudo com você”, seguidos de “Vou te amarrar na minha cama”, de Bruno e Marrone, e “Colo”, de Jads e Jadson com participação de Victor e Leo.

Duas canções que estavam fora na lista anterior, voltaram a ter espaço na última semana: “Indescritível”, de João Bosco e Vinícius, em 4º, e “Onde nasce o sol”, de Bruninho e Davi com participação de Jorge e Mateus, em 7º.

A novidade da lista fica por conta de Cristiano Araújo, que estreia com sua “É com ela que eu estou” em 9º lugar.
___

01 – Tudo com você – Victor e Leo (1) – 1492
02 – Vou te amarrar na minha cama – Bruno e Marrone (2) – 1251
03 – Colo – Jads e Jadson part Victor e Leo (6) – 1204

04 – Indescritível – João Bosco e Vinícius (-) – 1198

05 – Tanto Faz – Luan Santana (4) – 1191

06 – Domingo de Manhã – Marcos e Belutti (5) – 1181

07 – Onde nasce o sol – Bruninho e Davi com Jorge e Mateus (-) – 1171
08 – Destino – Lucas Lucco (7) – 1148

09 – É com ela que eu estou – Cristiano Araújo (-) – 1140
10 – Implorando pra trair – Michel Teló part Gusttavo Lima (3) – 1064

*Fonte: Crowley/Universo Sertanejo



universo_sertanejo
bnvelp