milionario e jose ricoArquivo

Milionário e José Rico e Trio Bravana no Costão do Santinho


Faltam pouco mais de duas semanas pra realização do “Encontro de Gerações”, evento do Costão do Santinho que vai reunir Milionário e José Rico e o Trio Bravana.

O resort, que fica em Florianópolis, aposta novamente na música sertaneja (o que é bem interessante pela região na qual ele se localiza e pelo público que lá frequenta). Muito bacana.

O projeto dura dos dias 14 a 17 de agosto, e tem diversas outras atividades além dos shows citados acima.

Como comentei recentemente aqui no blog, o Costão tem um pacote especial pra esses dias de festa, que pode ser conferido clicando na imagem abaixo.

cstao

___

universo_sertanejobnvelp

Milionário e José Rico se apresentam em Campinas, na próxima sexta-feira


Sexta-feira, dia 24, a dupla Milionário e José Rico toca aqui na minha cidade, Campinas-SP, e eu farei aquele tremeeeendo esforço pra ir.

A apresentação acontecerá na Cachaçaria São Joaquim, que fica ali no final da Norte-Sul (pra quem conhece Campinas), na qual vem sendo realizados shows com mais frequência nos últimos meses.

Os ingressos custam R$50 para pista, R$80 a área VIP, e R$100 o camarote individual.

Clipe do aniversário do Milionário


Lembra da festa de aniversário do Milionário, um arraial feito duas semanas atrás?

Eu já havia publicado um álbum de fotos, e agora ficou pronto um vídeo da festa. Ao som de “O Tropeiro”, há várias imagens bacanas do aniversário.

O vídeo pode ser conferido abaixo.

"Arraiá" de aniversário do Milionário


Na noite da última terça-feira (10), um arraial foi feito para comemorar o 72º aniversário do Milionário, parceiro do Zé Rico.

Milionário nasceu em janeiro, mas como não fez festa no começo do ano, resolveu aproveitar o período de festas juninas/julinas para comemorar.

Quem quiser conferir, segue abaixo um álbum de fotos de algumas personalidades presentes.

O Zé Rico não compareceu, como não poderia deixar de ser, deixando viva uma das lendas mais curiosas da música sertaneja, a de que os dois não se dão.

Milionário

Milionário

Michel Teló e Léo Magalhães com Raça Negra


No final de janeiro, em Goiânia, o grupo Raça Negra gravou um DVD repleto de participações. Entre elas, Michel Teló e Léo Magalhães. Chegou a ser anunciada a participação de Milionário e José Rico, mas eles não participaram.

Os vídeos foram disponibilizados no início da semana. Apesar de não terem participado do DVD, Milionário e José Rico já haviam gravado ao lado do Raça Negra, no ano passado. A canção é “Solidão”, que quase todo mundo deve conhecer aqui (terceiro vídeo).

___

-com Michel Teló cantando “Deus Me Livre”

___

-com Léo Magalhães cantando “Cigana” e “Estou Mal”.

___

-com Milionário e José Rico cantando “Solidão”, gravada no ano passado.

Herói da Velocidade


Hoje, feriado do dia 1º de maio, completa-se 18 anos da morte do Ayrton Senna.

Senna recebeu diversas homenagens em forma de música, mas poucas (ou nenhuma) conseguem chegar perto de “Herói da Velocidade”, de Milionário e José Rico.

Até hoje a dupla canta essa música nos shows.

Segue, abaixo, “Herói da Velocidade”, com Milionário e José Rico.

Majestade, A Mulher


Pensei em homenagens às mulheres aqui no blog, neste dia internacional da mulher, e resolvi deixar a palavra com quem realmente entende.

Aos que não conhecem a canção abaixo, vale a pena reservar um tempinho a ela.

A música se chama “Majestade, A Mulher”, gravada por Milionário e José Rico.

___

Majestade, A Mulher

Acordou o meu sorriso adormecido
Trouxe um brilho diferente ao meu olhar
Fez meu mundo acontecer mais colorido
Coisas que só a mulher nos faz enxergar

Pra ser um grande homem tem que ter
A majestade da grande mulher
Hoje eu quero, na canção
Agradecer, mais uma vez
Todo bem que nessa vida
Você já me fez

Olha aqui, minha mulher
Eternamente meu amor
Não me canso
grito ao mundo
Quantas vezes eu puder
que o maior brilho de um homem
Está na luz de uma mulher

Milionário & José Rico e Matogrosso & Mathias no “Esquenta”


Não sei as datas de exibição, mas preciso dividir a informação com vocês.

O “Esquenta”, programa da Regina Casé na Globo, vai ter dois nomes de peso em suas próximas edições.

Nos últimos dias, foram gravadas duas participações que nos interessam demais: Milionário & José Rico e Matogrosso & Mathias.

A participação de Matogrosso e Mathias foi feita ao lado da banda Calypso, por conta da música “Perdoa”, gravada por ambos. Há uma história muito boa por trás da parceria, depois eu conto por aqui.

___

*Domingo agora tem Tche Garotos no programa.

Wando nas vozes dos sertanejos


Faleceu, na manhã desta quarta-feira, o cantor Wando.

Por conta do romantismo exacerbado, que virou a principal característica da música sertaneja nos 1980/90, Wando ficou taxado de brega (conhecemos bem essa história).

Devido a proximidade de estilos, não foram poucas as duplas sertanejas que regravaram sucessos do cantor. Entre elas, há duas que se destacaram muito.

Gian e Giovani regravaram “A Próxima Vítima”, que por conta da força que as rádios sertanejas vieram conquistando desde o início dos anos 1990, acabou tocando mais com a dupla do que com o próprio Wando. Muita gente, aliás, nem imaginava que se tratava de uma regravação.

[uolmais type=”audio” ]http://mais.uol.com.br/view/12498879[/uolmais]

___

A outra regravação que destaco foi feita por Milionário e José Rico. Trata-se de um dos maiores sucessos do Wando, “Moça”. A interpretação é… bem… Milionário e José Rico.

[uolmais type=”audio” ]http://mais.uol.com.br/view/12498883[/uolmais]

___

Raça Negra grava DVD com participações de sertanejos


O grupo Raça Negra grava, no dia 25 de janeiro, um DVD na cidade de Goiânia, no Atlanta Music Hall.

A lista de participações é grande, e conta com sertanejos: Michel Telo, Milionário e José Rico, Léo Magalhães, Amado Batista, Alexandre Pires, Belo, Bruno (Sorriso Maroto) e Juliana Diniz.

Caso alguém não se lembre, o primeiro disco do Raça Negra, de 1991, trazia duas regravações sertanejas que acabaram tocando muito, também, com o grupo: “É o amor”, de Zezé e Luciano, e “Desculpe, mas eu vou chorar”, de Leandro e Leonardo.

Essas regravações foram feitas no primeiro disco e em alguns discos posteriores. Não lembra?