lançamentoArquivo

A boa notícia: João Carreiro volta a cantar e lança clipe ao lado da família


João Carreiro lançou, na última segunda-feira, a primeira canção e o primeiro clipe de sua carreira solo.

O clipe traz como atores o próprio João, sua esposa, sua sogra, sua filha, e o cantor e compositor Zé Geraldo.

O primeiro CD solo dele está pronto, e ainda faltam algumas definições pra saber se o disco sai ainda esse ano ou só no início do ano que vem (negociação com gravadora e etc).

De qualquer forma, a boa notícia é que ele está de volta.

jjc

Eu, particularmente, vejo o João como um cara que vai deixar uma grande marca ainda na música sertaneja. Aposto mesmo, apesar de saber que há quem considere exagero a forma “messiânica” como alguns fãs o tratam.

Pra mim, trata-se um artista muito diferenciado, e as histórias musical e pessoal dele já conseguem mostrar um pouco isso.

Aliás, o clipe abaixo de “O amor não morre” também mostra.

Mesmo sabendo que essa sequência solo era quase certa, fiquei feliz e aliviado em ver que, de fato, ele está de volta.

Hugo e Tiago de música nova: Esse copo aqui.


Depois de trabalharem bastante e conseguirem bons resultados com o “Gaguinho”, Hugo e Tiago estão lançando uma nova música de trabalho.

A partir de hoje, dia 30, eles começam a divulgar a canção “Esse copo aqui”, composição de Thallys Pacheco, que na faz parte do último CD deles (que também tem o “Gaguinho”).

hetnnv

Pra quem não conhece ainda, a música pode ser ouvida abaixo.

___

lmbnner

piunti-600x70

Confira “3 Namoradas”, lançamento do Euripinho Sollo


Em novembro passado, comentei aqui sobre o lançamento de “Cabaré da Lena”, aposta do cantor Euripinho Solo para aquele segundo semestre.

Ontem, segunda-feira, ele lançou uma nova música de trabalho para esse início de ano e, principalmente, claro, de olho no carnaval.

A canção se chama “3 Namoradas”, e conta com a participação do Thiago Brava. O clipe, novamente, é da Terra Produções.

Euripinho Sollo, pra quem ainda não conhece, é o nome artístico de Eurípedes Filho, natural de Olímpia, que tem uma história interessante de promotor de shows antes de se aventurar definitivamente nos palcos.

Sua nova canção de trabalho é uma composição de Bigair dy Jayme. A produção é do Blener Maycom.

___

hersonhei

Raffael Machado de clipe novo: “Eu tô pegando a sua irmã”


Não é a primeira vez que o Raffael Machado aparece aqui no blog, e novamente ele surge com o lançamento de um vídeo, agora de “Eu tô pegando a sua irmã”.

rmpegando

O cantor passou a ter o nome conhecido no meio após gravar um DVD com grande estrutura e com diversos convidados do mercado sertanejo (eu não pude ir por motivo de viagem).

Em 2013, sua grande aposta foi na música “Vai no cavalinho”, um sucesso do Nordeste que ele levou às regiões mais sertanejas, colocou nas festas e nos carros, e fez com que seu nome ganhasse mais destaque.

Hoje, no finalzinho do ano, ele lança o clipe de “Eu tô pegando a sua irmã”, que pode ser conferido abaixo. A produção musical é do Blener Maycom, composição de Big Big/Samy Coelho/Valter Danadão, e direção de vídeo do Cassius Cordeiro.

Quem quiser, pode baixar a música aqui.

___

hersonhei

“Cortesia”, com Guilherme Lopez


Guilherme Lopez, natural de Uberlândia, tem apenas 20 anos, mas há pelo menos 10 está envolvido com música. Um dos compositores de “Beber, Beber”, sucesso recente de Leonardo, o jovem está lançando hoje o clipe de “Cortesia”, sua nova música.

glopez

O clipe foi gravado na semana passada, sob a direção da Âncora Filmes, e o resultado, pelo que se pode conferir, ficou bem interessante. Foram 12 horas de gravação, com o envolvimento de 50 profissionais. A moça do clipe, como alguns já devem ter reconhecido, é Cecília Ribeiro, apresentadora do “Carona”.

A canção “Cortesia” é uma composição do Gustavo Marques e da Camila Marques. Quem quiser baixá-la, pode clicar aqui.

O clipe pode ser conferido abaixo.

___

hersonhei

Novidade: Fellipe Salles


Hoje é dia de Grammy Latino, e como postado aqui no mês passado, uma das canções concorrentes se chama “Vem me completar”, de Bruna e Keyla com Eduardo Costa.

O compositor dessa música, talvez nem todos saibam, é um jovem chamado Fellipe Salles, já citado aqui no blog por ter sido compositor dos últimos dois temas do Caldas Country.

fsalles

A história dele é daquelas bem legais. Natural de Presidente Dutra, no Maranhão, mudou-se diversas vezes de cidade durante a infância, e acabou parando em Caldas Novas, onde chegou a se apresentar em ônibus turísticos. Por mais estranho que possa parecer, o primeiro instrumento que aprendeu a tocar foi uma flauta doce, presente de sua mãe.

O cantor, hoje com 22 anos, mora atualmente em Sobradinho, cidade satélite de Brasília. Vem acumulando conquistas aos poucos, mas de grande significado pra quem busca espaço.

O sonho do primeiro CD bateu na trave uma vez, quando o cantor entrou no estúdio, mas viu um produtor sumir com seu material sem deixar rastros (história não muito rara, diga-se de passagem).

No início do ano, um grupo de empresários se interessou pelo trabalho dele e resolveu apostar. Fellipe está lançando, enfim, seu primeiro disco, com doze canções escritas por ele, e divulgando o clipe de “Tenho Medo, canção gravada ao lado de Israel e Rodolffo.

O primeiro disco pode ser ouvido ou baixado aqui. O clipe ao lado de Israel e Rodolffo pode ser conferido abaixo.

hersonhei

“Você me vira a cabeça”, nova música de Bruno e Marrone


bemnv

Bruno e Marrone lançam, hoje, sua nova música de trabalho: “Você me vira a cabeça”, regravação de um sucesso da Alcione.

Até a semana passada, era quase certo que a nova canção a ser trabalhada seria a inédita e universitária “Stop que ela é top”. Após uma série de conversas e reuniões, decidiu-se que era melhor seguir a linha “Bruno e Marrone” nas rádios, e deixar que canções de estilo mais “jovem” andem sozinhas entre o público de balada.

Pra quem não está sabendo, o novo projeto da dupla será um DVD de regravações de sucessos da música brasileira, produzido pelo Dudu Borges. A canção da Alcione é uma delas. Quem quiser ler mais sobre esse novo CD/DVD, pode clicar aqui.

A canção “Você me vira a cabeça” pode ser ouvida abaixo.

___

bannerges

Romântica, mais uma vez: Diego e Ricardo lançam “Não posso amar por nós dois”


Já falei da dupla, de Uberlândia, algumas vezes no blog (aqui e aqui), e elogiei da última vez o fato de eles estarem apostando um pouco mais no romântico do que a maioria.

Hoje, sexta-feira, eles começam a investir em uma nova canção, romântica e bonita mais uma vez. O nome dela é “Não posso amar por nós dois”.

Abaixo, um vídeo só com a canção, que já tem um clipe sendo preparado. A dupla também trabalha no repertório para o primeiro DVD, programado para entre o final do ano e o início do ano que vem.

“Irracional”, a nova música de Marcos e Belutti. Confira o vídeo.


Marcos e Belutti estão lançando, hoje, uma música inédita. Ela não faz parte do último CD deles, “Cores”. Será inserida no repertório do novo DVD.

A canção atende a pedidos e críticas de quem acha que eles não devem enveredar pelo caminho aparentemente mais fácil do sertanejo atual, as músicas mais simples e animadas de balada.

De fato, quem tem interpretação e voz como diferenciais, como é o caso deles, acaba ganhando muito trabalhando músicas que exploram justamente essas qualidades.

A música se chama “Irracional”, produzida pelo Fernando, e é uma composição do próprio Marcos ao lado da Lu Marchiolo e da Paula Mattos. Um vídeo da canção também está sendo lançado. O estúdio mostrado no clipe, pra quem não sabe, fica na casa do Sorocaba.

Israel e Rodolffo lançam “Não Faz Mal”. Confira o clipe.


Israel e Rodolffo estão lançando, hoje, uma canção chamada “Não Faz Mal”, inédita, que já sai junto com um clipe.

A música vai pela linha romântica que a dupla já mostrou que é seu forte, e que deve ganhar mais destaque ainda com o lançamento do novo DVD, repleto de romantismo, apesar das animadas.

O clipe, dirigido novamente pelo Jacques Jr, seria lançado no mês passado, mas por umas curiosidades interessantes de bastidores, ele foi todo refeito. É que o enredo havia ficado um pouco “pesado”, e foi alterado pra algo mais “bonitinho”.

A música é muito boa.