acusticoArquivo

Luan Santana aposta em DVD acústico; veja como foi o novo projeto dele


Na última quarta-feira (17), em São Paulo, Luan Santana gravou o quarto DVD da carreira.

lls0

Sabe aquele DVD de ITU, gigantesco, colorido, pop, cheio de efeitos visuais? Então, o novo projeto é exatamente ao contrário, o que é ótimo.

Pela primeira vez em um DVD (foram 3 antes desse), Luan é a única atração. Ele não divide atenção com mega-produções ou incríveis recursos tecnológicos (apesar de uma iluminação invejável). De formato acústico e com a presença de uma orquestra, tudo se resume a Luan e um microfone.

ls0

Com uma linguagem visual dos anos 1960, tanto nas roupas dele, da plateia e no cenário, o projeto foi bastante intimista. Gravado no “Quanta”, um estúdio de fotografia na Vila Leopoldina, em São Paulo, estiveram presentes apenas convidados e fãs sorteados.

Todos ali muito dispostos a colaborar com a gravação, sem invasões de palco e bem obedientes aos pedidos e orientações da diretora Joana Mazzucchelli.

lls3

O repertório, sempre o mais importante, foi um bom resumo do que foi o Luan até hoje. Cada vez mais romântico, vide seus sucessos recentes e um provável chamado “Escreve aí”, que abre o DVD, ele resgatou algumas canções famosas de sua própria carreira, como “Você não sabe o que é amor” e “Um beijo”.

As lembranças não pararam por aí: fizeram parte do DVD duas canções gravadas primeiro por Luan, mas que viraram sucesso nas vozes de João Bosco e Vinícius: “Sufoco” e “Falando Sério”.

Outras duas regravações que valem a citação são “Conto de Fadas”, uma ótima canção já gravada por Israel e Rodolffo, e “A Outra”, música que teve bastante repercussão na internet e que fez muita gente conhecer a dupla Thiago e Graciano.

ll4

Elogia-se muito o Luan, de maneira justa, pelo profissionalismo e pelo tamanho que sua carreira atingiu. Ele é o principal artista da geração que promete ter uma das carreiras mais longas e bem sucedidas no país. Além do mais, é muito bem cercado, tem uma equipe muito completa ao seu redor.

Novamente produzido pelo Dudu Borges, Luan gravou o que, na minha opinião (já escrevi outras vezes), faltava à carreira dele: um projeto que fosse só sua cara e sua voz. Acredito que ele tenha acertado mais nesse do que em qualquer projeto já gravado por ele até hoje.

lls2

*As fotos são do Cadu Fernandes.

___

Músicas tocadas no DVD:

-Escreve aí
-Um beijo
-Chuva de arroz
-O recado
-Eu não merecia isso
-Você não sabe o que é amor
-Atenção
-Cantada
-Amar não é pecado
-Vergonha na cara
-Cê Topa
-Café com Leite
-Falando Sério
-Sufoco
-Meteoro
-A Outra
-Um ser só
-Te Vivo
-Conto de Fadas
-Te Esperando
-Tudo que você quiser

Tuta Guedes: “O motivo é você”, agora acústico


Divulguei a canção, em versão ao vivo, no ano passado, e agora volto a falar dela, já que surgiu uma novidade.

ttac

A cantora Tuta Guedes está começando a trabalhar, nesta semana, uma versão acústica da canção “O motivo é você”, gravada nos estúdios Blackbird, em Nashville, um dos berços da música country nos Estados Unidos.

A nova versão da música surge com um clipe também gravado em Nashville, dirigido pelo Alex Batista. Pra quem não se lembra, a canção original fez parte do primeiro DVD da cantora, ao lado de Israel e Rodolffo.

No formato acústico, a música fica por conta exclusivamente da Tuta, e o vídeo pode ser conferido abaixo.

___

universo_sertanejobnvelp

Fernando e Sorocaba planejam novo DVD nos moldes do primeiro acústico


Publiquei ontem sobre os novos trabalhos de César Menotti e Fabiano, e hoje falo do futuro de outra dupla. Nos próximos dias, há novidades bem interessantes sobre outros artistas.

Fernando e Sorocaba planejam, para o segundo semestre (sem mês e local ainda definidos), um DVD nos moldes do primeiro acústico deles, gravado em São Paulo, em 2010, dentro de um estúdio.

Será o terceiro acústico. Quando foram gravar o segundo, na Ópera de Arame, em Curitiba, o assunto era parecido: fazer algo semelhante ao disco de 2010, o mais bem sucedido da dupla.

No entanto, pelo local escolhido e pelos investimentos na questão visual, o projeto ficou muito grande. Acústico, porém nada intimista.

Enquanto não gravam o DVD, a dupla lançará clipes de outras canções.

___

Outra questão que cabe aqui é o custo de produção. Sorocaba já declarou, mais de uma vez, que não concorda mais com DVD caríssimos. Ele, que já gastou grandes quantias em suas produções, defende que a era da gastança passou (vários exemplos recentes corroboram essa ideia).

___

Aos que não se recordam, o primeiro acústico da dupla trazia músicas como “Madri”, “Da Cor do Pecado” e “A Casa Caiu”. A capa era essa aqui:

fesac

tetb

Marcos e Belutti gravam DVD na casa do Sorocaba


Fui gravar um projeto em vídeo, novo, com Fernando e Sorocaba ontem (deve sair semana que vem). A gravação aconteceu na casa do Sorocaba.

No estúdio que fica na casa dele, Marcos e Belutti estavam ensaiando para um novo projeto, que foi definido agora, essa semana, e que ainda está com alguns detalhes sendo finalizados.

A dupla gravará, no dia 3 de julho, um DVD acústico, bem diferente dos dois DVD’s anteriores.

A gravação acontecerá na casa do Sorocaba, pra convidados da dupla e do anfitrião, é claro. A produção do acústico, que terá músicas inéditas, regravações da própria dupla e algumas modas antigas daquelas que a gente gosta, está sendo feita pelo Fernando.

A foto abaixo é do ensaio de ontem.

De acústico em acústico (Kleo Dibah e Rafael)


No final da semana passada, veio parar na internet um projeto muito bacana. Nada de inédito ou revolucionário, mas algo que faz falta, que por diversos motivos foi sendo deixado de lado.

A dupla Kleo Dibah e Rafael gravou um acústico de garagem, no estilão daquele famoso do Jorge e Mateus, que lembra bastante as primeiras gravações de João Bosco e Vinícius também.

O repertório é basicamente anos 1980/90, com alguns sucessos nacionais e algumas músicas mais conhecidas só por quem é mais ligado ao sertanejo.

Um projeto legal de ouvir, de colocar no som e deixar tocando, e que poderia ser repetido por outras duplas, inclusive as grandes.

Quem quiser baixar o CD, pode clicar aqui.

Abaixo, posto a primeira faixa, que traz “Hoje não é nosso dia” e “Cicatriz”, e uma outra canção chamada “E agora?”. Trata-se da última canção que o composito Airo fez antes de falecer (lembra da história?).

___

01 – Hoje Não é Nosso Dia/Cicatriz
02 – Eu Juro
03 – Indiferença
04 – Viva a Vida/Moreninha Linda/Rosto Molhado
05 – Tranque a Porta e Me Beija
06 – E Agora
07 – Sonho por Sonho/Cara ou Coroa
08 – Semi Luz
09 – Morto de Saudade Sua
10 – Vivendo Por Viver11 – Desejo de Amar/Vira Virou
12 – Vá Pro Inferno Com o Seu Amor/Canarinho Prisioneiro
13 – Avião das Nove
14 – Solidão
15 – Duas Camisas
16 – Sonhei Com Você/De Igual Pra Igual
17 – Se Eu Me Entregar
18 – Essa Noite
19 – Sinceramente

Anos 90 acústico…


Já comentei diversas vezes por aqui que sou fã mesmo dos anos 1990, principalmente da primeira metade da década. Tenho muito apreço também pelo esqueminha “voz e violão”, acho agradável, gostoso de ouvir.

Na última terça-feira, gravei um Universo Sertanejo em vídeo com o Marcos e Belutti, que ainda não foi exibido, e pedi que eles recordassem algumas canções dos anos 1990, sem ensaio, ali na hora mesmo.

Peguei esses áudios e resolvi compartilhar aqui. Dá pra ouvir e dá pra baixar. De lambuja, segue uma canção inédita deles, romântica daquelas fortes.

Abaixo, “Melhor que antes” e “Eu acabo voltando”, do Zezé e Luciano, e “Não te amo menos”, inédita do Marcos e Belutti. As três canções podem ser baixadas aqui (retângulo azul no meio da tela). Daqui uns dias tem mais.

[uolmais type=”audio” ]http://mais.uol.com.br/view/13041364[/uolmais]

___

[uolmais type=”audio” ]http://mais.uol.com.br/view/13041323[/uolmais]

___

[uolmais type=”audio” ]http://mais.uol.com.br/view/13041549[/uolmais]

Acústico da Paula Fernandes na íntegra


Sábado passado publiquei um show na íntegra do Bruno e Marrone, e hoje publico outro muito bom.

Duas semanas atrás, o chocolate “Serenata de Amor”, da Nestlé/Garoto, promoveu um acústico ao vivo com a Paula Fernandes, cantora patrocinada pela marca. A apresentação foi transmitida pelo Facebook.

Como o áudio está muito bom, dá pra ouvir de forma bem limpa a voz dela “crua”, o que é muito bacana.

É um acústico “naquelas”, já que tem guitarra, baixo e teclado, mas vale a intenção.

Como nos velhos tempos


Na última semana, publiquei um texto chamado sobre sucesso e tudo mais, “O novo sertanejo e o complicado público-preguiça“.

Nele, comentei que cada dupla tem seguido um rumo diferente, umas apostando em uma linha mais moderna, outras procurando dar alguns passos atrás.

O título da postagem, obviamente, é exagerado, mas é de propósito. Tudo tem mudado tão rápido que ninguém sabe mesmo, ao certo, o que vai acontecer na música sertaneja até o final do ano.

Na semana que vem, vai para as rádios a nova versão da música “Três Palavras”, de Maria Cecília e Rodolfo. Acústica, menos barulhenta e com menos áudio do público do que no DVD, a canção lembra o estilo do primeiro trabalho da dupla, que a tornou conhecida.

[uolmais type=”audio” ]http://mais.uol.com.br/view/11383029[/uolmais]

Para se ouvir no feriado



Foi lançado, no mês passado, o novo CD/DVD da dupla Mayck e Lyan, aqueles mesmos que tanto se apresentaram no Raul Gil.

Depois de um tempo um pouco afastados, os garotos, que já estão na faixa dos 20 anos, voltam com um disco acústico repletos de pagodes de viola, com letras antigas e novas.

Aos que gostam de pagode e de moda apaixonada, a dupla é realmente uma das melhores coisas dos últimos anos, senão a melhor.

Esse trabalho, lançado pela EMI, foi gravado no Villa Country, em junho, na época da Copa do Mundo.

Existem algumas baladas mais “atuais”, mas nada que fuja demais do estilo dos irmãos.

Quem puder comprar (ou baixar) esse trabalho, realmente vai ter uma bom sertanejão para ouvir no feriado.

Abaixo, a música de abertura, “No som da viola/ Sangue novo”, homenageando Tião Carreiro.