DESTAQUES

Recuperado


O baixista Hélio Bernal, diretor musical da banda de Zezé di Camargo e Luciano, recebeu alta no último domingo (31) após passar mais de uma semana internado por conta da Covid-19.

Embora tenha sido divulgado que o estado dele era bom, havia uma preocupação maior pelo fato de ele fazer parte de um grupo de risco (ele tem 65 anos).

Na semana passada, surgiu a informação de que dois integrantes da equipe da dupla tinham testado positivo para Covid-19.

Além do diretor musical, o técnico de som Sidão foi diagnosticado com a doença, mas seu tratamento foi feito (e continua) em casa.

Desconfia-se que eles tenham se contaminado durante um ensaio em um estúdio de São Paulo na semana anterior a live que a dupla fez de Dia das Mães.

Por conta do acontecido, a dupla acabou cancelando a live que faria na última sexta.

Zezé e Luciano fizeram testes e os resultados deram negativo.

Gusttavo Lima na ponta


O ranking divulgado pela Connectmix sobre o mês de maio mostra que “A gente fez amor”, de Gusttavo Lima, foi música mais tocada nas rádios.

A canção do GL foi seguida por “Liberdade Provisória”, de Henrique e Juliano, e “Graveto”, de Marília Mendonça.

Junho das lives temáticas


Nesse mês de junho, diversos artistas vão apostar em lives de dia dos namorados e de festa junina.

As lives temáticas vêm em um momento importante de queda de audiência das transmissões online.

Poucos foram os artistas que conseguiram repetir ou superar a audiência de suas primeiras lives.

O fato de as lives surgirem com um tema ajuda na divulgação e na retenção de público, além, claro, do ganho na questão comercial, pois traz patrocinadores diferentes interessados naquele tema específico.

Villa Mix Modão


O Villa Mix realiza no próximo domingo, dia 7, uma live só com figuras tradicionais e importantes da música sertaneja.

O “Villa Mix Modão” já tem confirmados Leonardo, Matogrosso e Mathias, Rionegro e Solimões, Trio Parada Dura e Cezar e Paulinho.

A sequência de shows vai ser transmitida no canal do festival.

Dados e previsões


Instituições financeiras estão investindo em estudos de comportamento durante a pandemia. Faz todo sentido, afinal, o mercado financeiro tem sido diretamente afetado.

-O banco brasileiro BTG Pactual publicou uma pesquisa extensa sobre comportamento dos público nesses tempos de isolamento, e a pesquisa trata de uma série de setores da sociedade.

Segundo o levantamento, as 30 lives mais vistas de abril somaram 206 milhões de views.

E dessas 30 mais vistas, 67% são de sertanejo, 23% de pagode e 10% de outros gêneros

-Já o Goldman Sachs, grupo financeiro americano, publicou um estudo que trata, entre vários outros assuntos, da indústria da música diante da pandemia. O estudo se chama “Music in the air”.

A pesquisa traz dados mundiais.

De acordo com o levantamento, a indústria da música no mundo vai ter uma queda na receita em 2020 de cerca 25%.

Alguns setores caem muito, mas a música digital acaba segurando um pouco a onda.

Quem mais vai sofrer (e está sofrendo já) é a música ao vivo, ou seja, festas e eventos, que segundo o estudo vai ter uma queda de, preste a atenção: 75% na receita.

Live do Chrystian e Ralf


A dupla Chrystian e Ralf tem sido questionada a respeito de fazer uma live, afinal, eles são os únicos entre os grandes que ainda não fizeram nenhuma transmissão.

A dupla decidiu, na semana passada, que vai fazer sim algumas lives e estão em período de negociação.

Eles demoraram pra entrar na onda das transmissões ao vivo por conta de um acidente doméstico que o Chrystian sofreu (ele falou sobre isso aqui no blog).

Quando eles divulgarem as datas, eu trago aqui.

GD 1 ano


Na última quarta-feira, dia 27, fez um ano do falecimento do Gabriel Diniz.

Ele estava em uma aeronave que caiu no município de Estância, em Sergipe.

O inquérito que apura o acidente ainda não foi concluído pela Policia Federal.

O Delegado da PF Márcio Alberto Gomes Silva, que preside o inquérito, disse em entrevista ao UOL que ainda faltam laudos do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) e do INC (Instituto Nacional de Criminalística), da PF.

No mesmo dia 27, uma missa de um ano foi celebrada e transmitida pelo YouTube, no formato que a gente chama de Live.

O nome dela é Lari Ferreira


No último sábado (23), após a live da dupla Maiara e Maraísa, teve início uma nova transmissão, feita pela mesma equipe, no mesmo cenário e com participação das meninas.

Tratava-se da live de Lari Ferreira, cantora de 26 anos, compositora goiana de um caminhão de sucessos. Não é novidade para muita gente que ela conta com o apoio de diversos artistas nessa transição de compositora para cantora.

Nesses últimos tempos, no entanto, a carreira tomou contornos mais sérios, administrada por uma parceria da Workshow com a Nuxx (de Wendell Vieira, empresário de Jorge e Mateus) e com um contrato assinado com a Som Livre.

No início do ano, pela gravadora, ela lançou “Deixa eu namorar”, seu primeiro single da carreira.

Há um material inédito já gravado que será lançado durante esse ano. A estreia dela nos palcos aconteceria também em 2020, mas por motivos óbvios, isso ainda não foi possível.

Mas quem é essa moça que compõe para tanta gente e virou aposta de figurões dos bastidores?

Lari Ferreira tem história semelhante a diversos cantores que passaram a trabalhar no meio musical por conta de suas composições.

O nome dela entrou no radar dos grandes artistas em 2015, quando “Como é que a gente fica”, de autoria dela, estourou com Henrique e Juliano. 

São assinadas por ela, ao lado de parceiros, só para citar dez composições que viraram músicas de trabalho, os seguintes sucessos: “Vidinha de balada”, “Romance com Safadeza”, “Só pra castigar”, “Trincadinho”, “Aquela pessoa”, “Como é que a gente fica”, “Eu sei de cor”, “Tijolão”, “Todo mundo vai sofrer” e “Avisa que eu cheguei”.

Há dois anos, com seu nome já bem conhecido como autora, Lari começou a despertar interesse como intérprete, já que ela cantava nas guias de suas composições.

Com um estilo próprio de cantar – não lembra muito a voz de ninguém -, ela tem nas mãos, literalmente, sua grande vantagem.

É um nome interessante para a gente acompanhar.

Abaixo, a live dela, com a participação da Maiara e da Maraísa.

Festa de Barretos é adiada para outubro


Foi anunciado, durante o final de semana, o adiamento da Festa do Peão de Barretos, a principal festa sertaneja do país.

O evento foi transferido de agosto para o final de outubro, mais exatamente de 28 de outubro a 2 de novembro.

Todos nós sabemos que não há nenhuma confirmação de quando os eventos voltarão a ser realizados no Brasil, mas a organização da Festa preferiu dar uma nova data ainda esse ano, pois cancelar de um vez poderia passar uma ideia muito pessimista sobre o futuro.

Aos que querem matar saudade do evento, no dia 6 de junho, uma &&, haverá uma live da dupla Zé Neto e Cristiano transmitida diretamente do arena de Barretos.

Por que uma empresa patrocina uma live?


Indico abaixo uma entrevista e recomendo que se tire um tempo para assisti-la na íntegra.

O entrevistado é Ricardo Dias, vice-presidente de marketing da Ambev.

Na maior parte do vídeo, o assunto é “live”. A Ambev, como já sabemos, é a principal patrocinadora das transmissões sertanejas.

A entrevista é muito boa para entender o ponto de vista das empresas em relação às lives.