O retorno de uma festa, com Munhoz e Mariano

O texto estava agendado para sair no domingo, dia 27, mas por conta do acidente em Santa Maria, achei que não havia clima pra postar algo sobre festa.

___

Na noite da última sexta (25), foi realizado um show de Munhoz e Mariano em Valinhos-SP, na “Festa do Figo”. Valinhos é colada em Campinas, interior de São Paulo.

Apesar da chuva fina e ininterrupta, a noite estava lotada, com um público animado do começo ao fim, e em ótimo horário pra um evento focado na família (o show começou às 22h30 e acabou às 00h30).

Conversando com a dupla e com a equipe após o show, ouvi mais de uma vez a seguinte frase: “que festa bacana, a gente não conhecia”.

Claro que eles não conhecem. E é normal que você também não conheça.

Respeitada e conhecida na região, a “Festa do Figo” ficou marcada por seus grandes shows nos anos 1990. Não era qualquer evento que conseguia trazer, em 1999, por exemplo, Zezé di Camargo e Luciano, Paralamas do Sucesso, Karametade (lembra do sucesso?) e Sandy e Junior.

Acontece é que há exatos oito anos, em um daqueles rompantes geniais que, por mais que se explique, a gente nunca vai entender, decidiu-se que não haveria mais shows grandes na Festa, somente apresentações de bandas locais. Não preciso dizer o que os moradores acharam, né?

Em 2013, os grandes shows voltaram. O ingresso para a apresentação de Munhoz e Mariano custou R$30, preço popular, e se falou em 20 mil pessoas. Fora o fato de a festa ser boa, com cara de interior. Foi bom ver aquela multidão toda de volta ao parque, como eu via 15 anos atrás (sim, a postagem é um tanto sentimental).

Como curiosidade, segue abaixo o show dos Mamonas Assassinas de 1996. A apresentação virou VHS e as imagens são usadas até hoje em matérias sobre o grupo. O palco continua o mesmo, no mesmo local, do mesmo jeito, após ter ficado praticamente abandonado na última década.

___

*Na próxima sexta, dia 1º, tem João Neto e Frederico.

___