Editora move ação contra humorista e considera paródia homofóbica

A “Rede Pura”, editora responsável por cuidar dos direitos da canção “Amar Não É Pecado”, sucesso de Luan Santana, está movendo um processo contra o humorista Vinícius Vieira (que muitos conhecem pelo personagem GluGlu) por conta de uma paródia feita no ano passado.

O humorista fez uma versão chamada “Dar a Rosca Não é Pecado”, que foi veiculada na rádio 89FM.

A editora pede uma indenização por danos a imagem de R$200mil.

Os compositores da canção são Marco Aurélio, Márcia Araújo e a dupla Fred e Gustavo.

A diretora da “Rede Pura”, Bruna Campos, falou ao blog no início da tarde sobre a decisão de processar Vieira.

“Independentemente de o artista entrar ou não com o processo, os autores não gostaram de ver sua obra usada para passar uma mensagem homofóbica.

Uma música criada pra falar de amor foi completamente modificada para falar em favor do preconceito.

Em uma época em  que todos lutam contra isso, não há nada de engraçado nessa paródia do humorista”.

___

Abaixo, segue a paródia.

___