Mais buscados

Um gráfico publicado na Folha, ontem, trouxe números que causaram estranhamento a algumas pessoas.

Só que os números são, na verdade, de 2006, e a data acabou não sendo informada na matéria.

Em um texto sobre downloads legais e ilegais, um levantamento da ABPD (Associação Brasileira de Produtores de Disco) e da Ipsos Insight, mostra que de 9 estilos musicais, o sertanejo é apenas o 8º mais buscado na internet brasileira.

Só que isso, há quatro anos.

A arte publicada na Folha pode ser conferida abaixo.

Apesar de não haver uma estatística atual para que a gente compare, imagina-se que a posição da música sertaneja tenha mudado bastante nesse gráfico. No entanto, essa provável mudança não minimiza o que esses números mostraram.

Apesar de o mercado sertanejo sempre ter sido forte, os artistas no topo do mercado sempre foram poucos. Hoje, continua assim, tanto que todos os rodeios trazem programações parecidas, algo já comentado aqui.

O meio sertanejo, desde que entrou de vez na mídia, em 1980/1990, sempre teve uma desvantagem em relação a outros estilos, que é o fato de não haver uma cena alternativa. Ou você é sucesso, ou você não sobrevive com um trabalho próprio, não consegue fazer tocar em rádio e entrar nos circuitos de shows, se sua proposta for comercial.

Também sempre pesou contra, a ausência da ponte que faria com que novos fãs se interessassem por estilos mais antigos de sertanejo. Hoje, esse desinteresse é acentuado, mas nos anos 1990 também existiu.

Amanhã, enfim, falo sobre os downloads na música sertaneja. Mais um ponto que o politicamente correto exige que se vá contra, mas que basicamente todo o meio é amplamente a favor.

___