Universo Sertanejo

DESTAQUES

"Forrépeando", com Roberta Miranda, MVBill e Dominguinhos


A cantora Roberta Miranda, muito elogiada por seu último trabalho, “Senhora Raiz”, está lançando seu novo CD, “Sorrir faz a vida valer”, que traz participações de Dominguinhos e MVBill.

O álbum traz ainda uma canção composta por Victor Chaves, da dupla Victor e Leo, chamada “Ilusões”, além de dois grandes sucessos da carreira de Roberta: “Rei dos Reis” e “Esperança”, que ganharam versões mais intimistas.

A canção ao lado de MVBill e Dominguinhos, “Forrépeando”, está na trilha da novela Araguaia e pode ser ouvida abaixo.

Em seguida, a nova versão de “Rei dos Reis”.

___



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

Minha mulher não deixa não


A música do carnaval desse ano, independentemente de a mídia criar um segundo “Rebolation”, tem tudo para ser “Minha mulher não deixa não”, gravada por uma infinidade de artistas e bandas do Nordeste.

Pelo menos em São Paulo, as versões mais conhecidas são do “Aviões do Forró” e do “Garota Safada”, mas assim como inúmeras canções criadas no Nordeste, “Minha mulher não deixa” já virou aposta dos sertanejos.

Com uma pesquisa rápida no Twitter, no último sábado, fiquei sabendo de três duplas que já gravaram a música: André e Adriano, DJ Maluco e Aladin e Alecir e Alessandro.

A versão das duas primeiras duplas eu consegui na internet, da terceira eu não achei.

Quem quiser ouvir, as duas versões seguem abaixo.

___



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

Na mesma tecla…


Só para dividir com vocês uma notícia publicada ontem, pela Folha.

Em 2010, a apreensão de CD’s piratas subiu 42% em relação ao ano anterior.

Em números reais, foram confiscados 1,6 milhão de CD’s piratas, entre musicais e de computador, ao longo de 730 operações realizadas pelas autoridades.

A matéria também traz alguns dados que mostram como o mercado poderia melhorar com a redução da pirataria.

Mais uma vez, a conversa de sempre, que fica mais constrangedora a cada ano que passa.

A matéria pode ser lida aqui.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

Rapidinhas…


-César Menotti e Fabiano

Pelo Twitter, a banda “Jammil e uma noites” anunciou que a dupla César Menotti e Fabiano é um dos nomes convidados para seu próximo DVD, que ainda terá os detalhes divulgados.

___

-Edson e Hudson

Em meio a inúmeros boatos de que a dupla pode voltar – todos desmentidos pelos cantores -, há a informação de que um empresário, presidente de um importante rodeio de São Paulo, tem a intenção de reunir os irmãos em uma das noites de sua festa.

___

-Lançamentos

Nesse último sábado, foram postadas duas canções novas aqui no blog. A primeira, “Cartas”, uma canção romântica gravada por Marcos e Belutti. A segunda, “Química do Amor”, com Luan Santana ao lado de Ivete Sangalo. A canção de Marcos e Belutti chamou atenção pelo fato de, hoje em dia,  ser difícil escutar uma dupla da nova geração cantando uma música nesse estilo. Pela rápida repercussão positiva que teve, a canção mostra que, mesmo com todo o sucesso do sertanejo atualmente, há muito ainda o que se explorar por parte desses artistas.

___

-Pinocchio

O produtor Pinocchio relançou seu site, ainda com algumas seções sendo desenvolvidas. Aos que não conhecem muito a história dele ou que querem saber exatamente com o que ele trabalha além de produção musical, o site pode ser acessado clicando aqui.

___

-Banda do Faustão

Ainda no ano passado, saiu a notícia de que a banda que toca no Faustão será substituída por um DJ. Sendo assim, alguns nomes que trabalham com música sertaneja saem do programa, como o Maestro Caixote, que trabalhou (e trabalha) com praticamente todos os nomes dos anos 1990, e o compositor/cantor/produtor Nil Bernardes, figura de vasta história no meio sertanejo.

___

-Dia de Reis

No último dia 6, como todos sabem, foi “Dia de Reis”. Já citei a folia de reis aqui diversas vezes, que tem início um dia antes do natal e termina justamente dia 6 de janeiro. A “folia” é uma prática que sempre se manteve muito próxima da cultura caipira, tanto que diversas duplas, de gerações passadas, cresceram participando de folias de reis. Um vídeo legal, que pode ser assistido AQUI, é do DVD da cantora Valéria, backing vocal de Guilherme e Santiago. Ao lado da cantora, Di Paulo e Paulinho, Otávio Augusto e Gabriel, Maida e Marcelo, Carlito e Baduy e João Mulato cantam um tema de folia de reis.

___

-Cláudio Noam

O compositor Cláudio Noam, autor de canções como “Sinônimos”, “O que me atrai em você” e “Não valeu pra você”, está lançando seu primeiro CD como cantor, chamado ‘Outonos”. A produção desse trabalho ficou a cargo de César Augusto e Zezé di Camargo, seus amigos. Abaixo, a canção que Noam gravou ao lado de Zezé e Luciano, que já havia sido gravada pela dupla: “Nunca mais ficar sozinho”.

___

-Edson

O cantor Edson esteve no UOL, na última semana, e apresentou quatro canções: duas da carreira ao lado de Hudson, e duas da fase solo. Clicando sobre a imagem abaixo, todos os vídeos podem ser conferidos. O cantor estreou site novo também, na semana passada.

___

-Michel Teló

O cantor Michel Teló foi assunto, ontem, no Fantástico. No último dia 7, Michel se apresentou na tradicional “Fundição Progresso”, no Rio de Janeiro, e trechos do show foram exibidos no programa. O matéria girou em torno do sucesso da música “Fugidinha”.

___

-Victor e Leo

A dupla Victor e Leo lançou, na última semana, o videoclipe da canção “Boa sorte para você”. O vídeo pode ser conferido abaixo.

*O vídeo foi retirado do ar.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

Ouça "Química do amor", com Luan Santana e Ivete Sangalo


Já está na internet a parceria que os cantores Luan Santana e Ivete Sangalo fizeram no DVD de Luan, gravado no último mês de dezembro, no Rio de Janeiro.

A canção, “Química do Amor”, que está tocando em algumas rádios desde ontem, pode ser ouvida abaixo.

___

Química do Amor

Queria ser um peixe e mergulhar no seu aquário
Queria ser a data e marcar seu calendário
Eu e você espera para ver

Que tal agora a gente misturar a nossa cor
Pra ver a combustão a quimíca do nosso amor
Eu e você, quer pagar pra ver?

Me diga, se você vai entrar na minha vida
Que eu sou a sua musa preferida
Diga que eu sou seu bem querer
Seu anjo, sua fada, sou o que você quiser

Fala no meu ouvido bem baixinho que me ama
E me convença a me levar pra sua cama
Me dá uma noite de prazer
Eu topo tudo com você

Vambora, não demora
Eu quero ser o seu amor, ôô ôô
Tô louca pra me entregar, aa aa
E aí paixão o meu coração,
Tá xonado de tanto desejo

Eu quero ser o seu amor, ôô ôô
Tô louca pra me entregar, aa aa
Tudo o que eu quero agora
É estar contigo e te amar



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

Ah, a música romântica…


Marcos e Belutti, dupla que tem como maiores sucessos canções como “Perdoa, Amor”, “Será que vai rolar” e “Sem me controlar”, lançam na semana que vem, uma música de estilo pouco aproveitado pelas duplas da nova geração: o sertanejo bem romântico, que permite que o cantor abuse na interpretação.

A música se chama “Cartas”, e está sendo lançada em meio aos ensaios que os cantores fazem para o novo DVD, marcado para 26 de fevereiro, no Estância Alto da Serra, em São Bernardo do Campo.

Para o DVD, estão confirmados João Bosco e Vinícius e Bruno e Marrone, como já anunciado aqui. A produção, fechada essa semana, ficará por conta de Dudu Borges (Jorge e Mateus, João Bosco e Vinícius), que foi responsável pelos teclados no arranjo da música que pode ser conferida abaixo.

A canção “Cartas” é uma composição de Marcos, o segunda voz da dupla, ao lado de Vinícius.

Cartas

Eu sempre recebi suas cartas
E todas começavam com “eu te amo”
Mas de um tempo pra cá
Eu sei, só quis brigar
E as cartas não começam mais assim

Eu sei, você me disse
Que se você parasse
De escrever “te amo”
Eu podia chorar

Já tinha me esquecido
Ja tinha me deixado
E o pior de tudo isso
É que eu fui o culpado

Faz parte da minha vida
Faz parte da minha história
E essa despedida
Eu guardo na memória

Já nem recebo as cartas
Ah, que falta que me faz
Eu pago qualquer preço
Pra recebe-las mais

Só sei que ontem de manhã
Recebi uma
Quase nem olhei de medo
Pensei que não fosse sua

No envelope eu vi seu nome, o remetente
Eu fiquei muito contente
Saí a gritar na rua

Briguei comigo
Eu nem sei se isso é certo
Com meu coração deserto
Quase que eu me engano

Hoje eu tenho certeza que és minha
Pois a carta inteirinha
Só dizia eu te amo



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

Algumas notas


-Sertanejo a bordo

Foram divulgados os dados sobre o “Sertanejo a bordo”, cruzeiro com as duplas Milionário e José Rico. O evento será realizado entre 28 de março e 1 de abril.

O navio fará a rota tradicional dos cruzeiros de 4 dias, saindo de Santos e passando por Ilhabela e Búzios. Outras cinco duplas se apresentarão ao longo da viagem, nas piscinas e nos bares: Du Prado e Danillo, Jhonny e Alisson, Rony e Marcelo, Maykon e Rangel e Rodynei e Rodivan.

A empresa responsável pelas vendas é a “Tristar Turismo”. O site do cruzeiro já foi colocado no ar.

___

-Uma hora de sucesso

Hoje, o SBT volta a apresentar o programa “Uma hora de sucesso”, às 20:30, mas apenas com reprises. O primeiro a ser reexibido é o especial do Leonardo, que teve participações de João Bosco e Vinícius, Fernando e Sorocaba, João Neto e Frederico e Paula Fernandes.

___

-Cezar e Paulinho

Nesse domingo, Cezar e Paulinho participam do “Tudo é Possível”, da Ana Hickman, na Record. O programa começa às 12h.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

O sertanejo no carnaval de Salvador


Duplas sertanejas no carnaval de Salvador não são novidade, mas dessa vez a entrada na capital baiana é mais forte do que nunca.

Amanhã, entra no ar o site oficial do “Bloco Sertanejo”, que contará com shows de Fernando e Sorocaba, João Bosco e Vinícius, Guilherme e Santiago e Michel Teló.

Diversas músicas desses artistas, como “Paga Pau”, “Chora, me liga” e “E daí”, embalaram o carnaval do ano passado, nas vozes dos mais diversos cantores.

Dupla que também estará em Salvador é Jorge e Mateus, que assim como no ano passado, realizam o “Bloco Pirraça”, que foi o primeiro exclusivo de uma dupla sertaneja. O “Pirraça” já está com ingressos à venda.

Além dos dois blocos com as duplas, ainda há o da banda “Seu Maxixe”, que se destacou ano passado tocando música sertaneja e mostrando que o gênero tinha abertura no carnaval baiano. O vocalista da banda, na ocasião, foi entrevistado na cobertura que o UOL fez do evento (clique aqui para assistir). Há sertanejos renomados que estão quase confirmados para cantarem com o grupo, mas o anúncio dos nomes sai só na semana que vem.

Como já imagino que virão comentários perguntando se haverá alguma promoção, assim que eu tiver alguma informação sobre isso, eu publico por aqui, ok?



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

Novas músicas de Zé Henrique e Gabriel


No ano passado, Zé Henrique e Gabriel lançaram a canção “Tá tudo OK”, diferente de tudo o que eles já haviam feito na carreira – marcada por canções românticas -, e essa novidade foi assunto em uma entrevista que fiz com o Zé Henrique para o UOL (quem quiser ler, clique aqui).

Agora, mais cinco músicas foram colocadas na internet, que farão parte do novo projeto deles, e todas são em um estilo mais atual. Dos comentários que ouvi até agora (as canções foram oficialmente divulgadas ontem), as preferidas são “Stop” e “Bate papo de internet”.

As duas seguem abaixo.

___



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

Otávio Augusto e Gabriel


A presença da dupla aqui no blog é cobrada há tempos, tanto por quem defende a música sertaneja menos comercial, como por artistas renomados que dizem “você conhece os meninos? Fala dos meninos, eles são bons”.

Representantes da autêntica moda de viola dentro da geração mais nova do sertanejo, Otávio Augusto e Gabriel lançam, daqui 10 dias, o novo CD da carreira. Pela primeira vez, no entanto, a dupla pisa em um terreno novo, que vai tirar, de vez, o rótulo de dupla exclusivamente tradicional.

Algumas canções do novo trabalho, como “Teu Universo”, que pode ser ouvida mais abaixo, mostram uma tentativa de adaptação da dupla. Não se trata de nada exagerado, de uma mudança radical, mas o suficiente para que alguns estranhem e, eventualmente, reclamem.

Com um casamento de vozes elogiado pelos mais diversos artistas sertanejos, a dupla traz um CD com três participações: Rick, Gino e Geno e Eduardo Costa.

Conversei, ontem, com o Gabriel, que além de falar do CD, tocou em um assunto pouco tratado: a falta de movimentação dos cantores de música sertaneja tradicional, que impede que o gênero tenha mais destaque. Como a dupla vive essa realidade há 12, anos, vale a pena conferir o que ele fala.

Otávio Augusto tem 32, e Gabriel, 28 anos.

___

-É exagero dizer que vocês mudaram de estilo, mas há músicas no novo CD que vocês não gravariam há dois anos, por exemplo…

Na verdade, não teve nada forçado, a gente foi de acordo com a nossa identificação. De forma devagar, a gente foi tentando algum som parecido com o que o mercado vem pedindo. Foi um estudo grande na questão de repertório e arranjos para que nós fizéssemos o que o mercado pede, mas sem perder a nossa identidade.

Temos uma história longa e o respeito de muita gente por tudo que fizemos, então tomamos cuidado para que não pareça que nós estamos abandonando nossas características.

-Vocês foram uma das poucas duplas novas que investiram, tanto tempo quanto dinheiro, em um estilo musical sem abertura no grande mercado. O que esse tempo todo mostrou a vocês?

De fora nem sempre se vê, mas vivendo esse meio, infelizmente a gente percebe que nessa linha de sertanejo tradicional, as pessoas não souberam se desenvolver profissionalmente. Nós temos um mercado sertanejo muito forte hoje, mas as duplas que trabalham com o tradicional não aproveitam pra crescer, pra se fortalecer.

Pra você ter uma ideia, um cachê de 10 mil em um show de dupla de violeiros é cachê top. Tão top que quase ninguém consegue ganhar isso. Lógico que não dá pra querer equiparar com música comercial, mas com algum esforço, daria pra melhorar a situação. Só que há um comodismo que exigiu que a gente se mexa, busque algo diferente.

-Mesmo com essa dificuldade, a música “Mala Amarela” saiu do meio tradicional e se tornou o grande sucesso de vocês, que chegou a tocar nas maiores rádios. Ela não é um sinal de que há um grande interesse nesse estilo?

Muita gente conhece a gente por essa música, ela foi quase um sucesso nacional, mas do ponto de vista profissional e financeiro, colhemos muito pouco. Se fosse uma música de outro estilo, tocando como tocou, nós poderíamos ter ficado bem. Essa é a realidade.

-Com qual estilo você gostaria que sua dupla se tornasse reconhecida?

Eu penso em algo como João Paulo e Daniel, que fazia algo moderno, o romântico da época, mas sempre revezando com as modas de viola. Eles faziam música pro mercado, que fizeram sucesso nas rádios, e o disco trazia várias modas de viola.

-Pra quem vive há 12 anos de um estilo fora do mercado, você acredita que é possível fazer sucesso sem se adaptar a essa atual música sertaneja?

Não dá pra falar que é impossível, mas é muito complicado. Eu acredito que há um público muito grande, hoje, que está sem artista para ouvir, que é o público dos anos 1990 que estourou o sertanejo. Eu acredito que alguém ainda vai surgir e pegar essa parcela de público que não consome o novo sertanejo. O problema é acertar, mas quando alguém acertar esse público, vai se destacar demais. Do pessoal que apareceu nos últimos anos, acho que o Eduardo Costa é quem mais se aproxima desse pessoal que ainda gosta de música romântica, quase brega, bem popular.

___

Abaixo, a canção “Teu Universo”, de trabalho, e “Estrada do amor”, gravada ao lado do Eduardo Costa.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)