Universo Sertanejo

DESTAQUES

universo_sertanejo

Algumas notas


-Sertanejo a bordo

Foram divulgados os dados sobre o “Sertanejo a bordo”, cruzeiro com as duplas Milionário e José Rico. O evento será realizado entre 28 de março e 1 de abril.

O navio fará a rota tradicional dos cruzeiros de 4 dias, saindo de Santos e passando por Ilhabela e Búzios. Outras cinco duplas se apresentarão ao longo da viagem, nas piscinas e nos bares: Du Prado e Danillo, Jhonny e Alisson, Rony e Marcelo, Maykon e Rangel e Rodynei e Rodivan.

A empresa responsável pelas vendas é a “Tristar Turismo”. O site do cruzeiro já foi colocado no ar.

___

-Uma hora de sucesso

Hoje, o SBT volta a apresentar o programa “Uma hora de sucesso”, às 20:30, mas apenas com reprises. O primeiro a ser reexibido é o especial do Leonardo, que teve participações de João Bosco e Vinícius, Fernando e Sorocaba, João Neto e Frederico e Paula Fernandes.

___

-Cezar e Paulinho

Nesse domingo, Cezar e Paulinho participam do “Tudo é Possível”, da Ana Hickman, na Record. O programa começa às 12h.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

universo_sertanejo

O sertanejo no carnaval de Salvador


Duplas sertanejas no carnaval de Salvador não são novidade, mas dessa vez a entrada na capital baiana é mais forte do que nunca.

Amanhã, entra no ar o site oficial do “Bloco Sertanejo”, que contará com shows de Fernando e Sorocaba, João Bosco e Vinícius, Guilherme e Santiago e Michel Teló.

Diversas músicas desses artistas, como “Paga Pau”, “Chora, me liga” e “E daí”, embalaram o carnaval do ano passado, nas vozes dos mais diversos cantores.

Dupla que também estará em Salvador é Jorge e Mateus, que assim como no ano passado, realizam o “Bloco Pirraça”, que foi o primeiro exclusivo de uma dupla sertaneja. O “Pirraça” já está com ingressos à venda.

Além dos dois blocos com as duplas, ainda há o da banda “Seu Maxixe”, que se destacou ano passado tocando música sertaneja e mostrando que o gênero tinha abertura no carnaval baiano. O vocalista da banda, na ocasião, foi entrevistado na cobertura que o UOL fez do evento (clique aqui para assistir). Há sertanejos renomados que estão quase confirmados para cantarem com o grupo, mas o anúncio dos nomes sai só na semana que vem.

Como já imagino que virão comentários perguntando se haverá alguma promoção, assim que eu tiver alguma informação sobre isso, eu publico por aqui, ok?



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

universo_sertanejo

Novas músicas de Zé Henrique e Gabriel


No ano passado, Zé Henrique e Gabriel lançaram a canção “Tá tudo OK”, diferente de tudo o que eles já haviam feito na carreira – marcada por canções românticas -, e essa novidade foi assunto em uma entrevista que fiz com o Zé Henrique para o UOL (quem quiser ler, clique aqui).

Agora, mais cinco músicas foram colocadas na internet, que farão parte do novo projeto deles, e todas são em um estilo mais atual. Dos comentários que ouvi até agora (as canções foram oficialmente divulgadas ontem), as preferidas são “Stop” e “Bate papo de internet”.

As duas seguem abaixo.

___



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

universo_sertanejo

Otávio Augusto e Gabriel


A presença da dupla aqui no blog é cobrada há tempos, tanto por quem defende a música sertaneja menos comercial, como por artistas renomados que dizem “você conhece os meninos? Fala dos meninos, eles são bons”.

Representantes da autêntica moda de viola dentro da geração mais nova do sertanejo, Otávio Augusto e Gabriel lançam, daqui 10 dias, o novo CD da carreira. Pela primeira vez, no entanto, a dupla pisa em um terreno novo, que vai tirar, de vez, o rótulo de dupla exclusivamente tradicional.

Algumas canções do novo trabalho, como “Teu Universo”, que pode ser ouvida mais abaixo, mostram uma tentativa de adaptação da dupla. Não se trata de nada exagerado, de uma mudança radical, mas o suficiente para que alguns estranhem e, eventualmente, reclamem.

Com um casamento de vozes elogiado pelos mais diversos artistas sertanejos, a dupla traz um CD com três participações: Rick, Gino e Geno e Eduardo Costa.

Conversei, ontem, com o Gabriel, que além de falar do CD, tocou em um assunto pouco tratado: a falta de movimentação dos cantores de música sertaneja tradicional, que impede que o gênero tenha mais destaque. Como a dupla vive essa realidade há 12, anos, vale a pena conferir o que ele fala.

Otávio Augusto tem 32, e Gabriel, 28 anos.

___

-É exagero dizer que vocês mudaram de estilo, mas há músicas no novo CD que vocês não gravariam há dois anos, por exemplo…

Na verdade, não teve nada forçado, a gente foi de acordo com a nossa identificação. De forma devagar, a gente foi tentando algum som parecido com o que o mercado vem pedindo. Foi um estudo grande na questão de repertório e arranjos para que nós fizéssemos o que o mercado pede, mas sem perder a nossa identidade.

Temos uma história longa e o respeito de muita gente por tudo que fizemos, então tomamos cuidado para que não pareça que nós estamos abandonando nossas características.

-Vocês foram uma das poucas duplas novas que investiram, tanto tempo quanto dinheiro, em um estilo musical sem abertura no grande mercado. O que esse tempo todo mostrou a vocês?

De fora nem sempre se vê, mas vivendo esse meio, infelizmente a gente percebe que nessa linha de sertanejo tradicional, as pessoas não souberam se desenvolver profissionalmente. Nós temos um mercado sertanejo muito forte hoje, mas as duplas que trabalham com o tradicional não aproveitam pra crescer, pra se fortalecer.

Pra você ter uma ideia, um cachê de 10 mil em um show de dupla de violeiros é cachê top. Tão top que quase ninguém consegue ganhar isso. Lógico que não dá pra querer equiparar com música comercial, mas com algum esforço, daria pra melhorar a situação. Só que há um comodismo que exigiu que a gente se mexa, busque algo diferente.

-Mesmo com essa dificuldade, a música “Mala Amarela” saiu do meio tradicional e se tornou o grande sucesso de vocês, que chegou a tocar nas maiores rádios. Ela não é um sinal de que há um grande interesse nesse estilo?

Muita gente conhece a gente por essa música, ela foi quase um sucesso nacional, mas do ponto de vista profissional e financeiro, colhemos muito pouco. Se fosse uma música de outro estilo, tocando como tocou, nós poderíamos ter ficado bem. Essa é a realidade.

-Com qual estilo você gostaria que sua dupla se tornasse reconhecida?

Eu penso em algo como João Paulo e Daniel, que fazia algo moderno, o romântico da época, mas sempre revezando com as modas de viola. Eles faziam música pro mercado, que fizeram sucesso nas rádios, e o disco trazia várias modas de viola.

-Pra quem vive há 12 anos de um estilo fora do mercado, você acredita que é possível fazer sucesso sem se adaptar a essa atual música sertaneja?

Não dá pra falar que é impossível, mas é muito complicado. Eu acredito que há um público muito grande, hoje, que está sem artista para ouvir, que é o público dos anos 1990 que estourou o sertanejo. Eu acredito que alguém ainda vai surgir e pegar essa parcela de público que não consome o novo sertanejo. O problema é acertar, mas quando alguém acertar esse público, vai se destacar demais. Do pessoal que apareceu nos últimos anos, acho que o Eduardo Costa é quem mais se aproxima desse pessoal que ainda gosta de música romântica, quase brega, bem popular.

___

Abaixo, a canção “Teu Universo”, de trabalho, e “Estrada do amor”, gravada ao lado do Eduardo Costa.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

universo_sertanejo

Programa Universo Sertanejo #52


Fala, pessoal.

Entrou no ar, ontem pelo fim da tarde, a 52ª edição do programa Universo Sertanejo.

No segundo semestre de 2010, o programa fechou como o mais ouvido da Rádio UOL, com um aumento de 200 mil audições em relação ao primeiro semestre.

Ao longo do ano, o programa foi ouvido 1 milhão e 200 mil vezes.

Na edição dessa semana, fiz uma seleção com os primeiros sucessos de diversos artistas, como “Esta noite como lembrança”, de João Mineiro e Marciano, “É o amor”, de Zezé di Camargo e Luciano, e “Pode Chorar”, com Jorge e Mateus, só para citar alguns exemplos.

Para ouvir o programa, basta clicar na imagem abaixo.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

universo_sertanejo

Perguntas e respostas


-O Daniel voltou com o empresário Hamilton? No site da HRP, o Daniel aparece como artista.

Não. A foto com um texto sobre o cantor está no site pelo fato de ele ter sido artista da empresa. Na verdade, não sei nem se essa foto chegou a sair do site do empresário.

___

-É verdade que a Record quer o que o “Ídolos” dê mais atenção para a seleção de Uberlândia, por causa dos sertanejos?

Essa notícia saiu no jornal “Agora”, na última semana. O interesse da Record pelo sertanejo já foi assunto no final do ano passado, com os especiais de Chitãozinho e Xororó e com a notícia de uma parceria entre Universal Music e a emissora, com o intuito de promover algumas duplas novas, no estilo Som Livre/Globo. Dar mais atenção à seletiva de Uberlândia não quer dizer que não vai haver chance para outras praças. É que o número de duplas que deve comparecer lá é maior do que nas outras eliminatórias.

___

-Está havendo um investimento maior na Paula Fernandes, por isso ela está em todos os lugares?

O investimento já tem mais de dois anos, quando ela entrou na Talismã. Ela sempre foi aposta da empresa, mesmo quando o mercado parecia totalmente desfavorável. Aos poucos, alguns espaços se abriram, e a tendência é de crescimento. Esse ano, ela caiu no gosto mesmo do Roberto Carlos, independentemente de haver namoro ou não. Como muitos puderam ver no Fantástico, ela tem carreira extensa, apesar da idade.

___

-A perspectiva é de que os shows sertanejos aumentem esse ano? Deve ser melhor que ano passado?

Levando em conta que as duplas de primeiro escalão não dão indícios de que vão descer de nível, e que várias duplas intermediárias prometem subir de patamar em 2011, a tendência é que o mercado cresça ainda mais. Na semana passada, citei artistas que estão com estrutura bem montada para conquistar uma boa fatia do mercado. Quem quiser ler, clique aqui. O crescimento no mercado de shows depende diretamente desses artistas.

___

-Existe alguma dupla com pretensão de fazer sucesso no exterior?

Existir, existe, mas investir na carreira lá fora significa deixar de ganhar dinheiro aqui. Victor e Leo até fizeram mais do que se costuma fazer, mas tiraram o pé justamente por saber que teriam de abrir mão da carreira nacional durante um bom tempo. Existe um projeto para o Luan Santana tocar em Portugal, com o intuito de que a música dele consiga sucesso lá, mas também é um passo que exige muita coisa, principalmente tempo. Vale a pena sair do Brasil justamente no auge? O Alexandre Pires foi alguém que conseguiu destaque lá fora, mas abdicou da carreira aqui, ficou sem dar notícias por um bom tempo. No caso dele, creio que tenha valido a pena, mas acho que não existe um sertanejo disposto a isso hoje.

No ano passado, o Sorocaba deu uma declaração dizendo que pretendia começar a compor em inglês, mas isso ainda continua como plano.

___

-Os shows no exterior são sempre feitos nos mesmos lugares?

A maioria, sim. Já existe uma logística, principalmente nos EUA, que quase todos os sertanejos seguem. São locais com boa concentração de brasileiros, então o público invariavelmente é numeroso.

___

Há muitos cantores que não eram sertanejos e estão entrando no meio só para ganhar dinheiro, o que você acha?

O sertanejo hoje é o maior mercado musical do país, então é natural que isso aconteça. Os músicos de banda há muitos anos não são apenas do meio sertanejo, e agora diversas duplas de “não-sertanejos” estão sendo formadas. É algo que tira um pouco do lado “romântico” da música sertaneja, mas que ao mesmo tempo torna o meio mais profissional. Só como exemplo, há uma dupla que toca nos eventos do Rio de Janeiro chamada Bento e Mariano, que é formada por dois músicos que já trabalharam com diversos estilos.

___

-Hoje, há chances de uma dupla fazer sucesso sem algum apadrinhamento de peso?

Até há, mas é complicado. Munhoz e Mariano é um exemplo que há. O empresário deles não tem outra dupla de nome, e através de trabalho mesmo, conseguiu que Munhoz e Mariano chegassem até a Som Livre. Ganharam, inclusive, o Garagem do Faustão (que muitos colocam como “marmelada”). Eles não eram de “esquema” e conseguiram destaque dentro da gravadora.  Ser bem relacionado, em certos casos, é mais importante do que ter muito dinheiro para gastar.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

universo_sertanejo

"Música sertaneja – O sucesso começa aqui"


A TV Morena, afiliada da Rede Globo em Campo Grande-MS, fez uma série de reportagens sobre a nova música sertaneja que surgiu na cidade e se tornou sucesso no país inteiro.

O nome da série é “Música Sertaneja – O sucesso começa aqui”.

Um canal no YouTube disponibilizou as matérias, com Luan Santana, Maria Cecília e Rodolfo, João Bosco e Vinícius e Michel Teló (todos saídos de Campo Grande), e elas podem ser conferidas nos links abaixo.

Luan Santana: Parte 1Parte 2

Maria Cecília e Rodolfo – Parte 1Parte 2

João Bosco e Vinícius – Parte 1Parte 2

Michel Teló – Completo



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

universo_sertanejo

As 10 maiores músicas sertanejas de todos os tempos


O Universo Sertanejo vai eleger as 10 maiores músicas sertanejas de todos os tempos.

Nos últimos anos, foram feitas algumas listas de melhores músicas da história, todas montadas a partir das opiniões de um grupo de convidados.

Dessa vez, vamos fazer uma lista com a opinião dos leitores, que acompanham o blog justamente por gostarem e entenderem do gênero.

Durante todo esse mês de janeiro, essa postagem ficará aberta para as discussões sobre as 10 maiores músicas sertanejas de todos os tempos.

Particularmente, não tenho meu ranking definido, mas sim algumas canções que estarão nele, com certeza, como “Saudade da minha terra”, “Tristeza do Jeca”, “Ferreirinha”, “Chico Mineiro” e “O Menino da Porteira”.

Apesar das canções citadas, não há necessidade de que a lista seja apenas de músicas muito antigas, tanto é que “Fio de cabelo” deve aparecer várias vezes, com todo o mérito.

As 10 músicas eleitas serão divulgadas aqui no blog no início de fevereiro, todas acompanhadas de comentários de grandes nomes da música sertaneja.

A surpresa é que, também ao longo desse mês, esses mesmos artistas farão suas próprias listas, para ajudar na nossa discussão.

Para saber quais serão esses artistas, é só acompanhar o blog.

Quem não tiver 10 músicas para citar, pode citar menos, depois eu somo tudo direito.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

universo_sertanejo

O Troco


A maioria deve ter reparado que ontem, ali na parte superior, estreou o banner do site “OTroco.com.br”. Trata-se de uma nova parceria do blog, que leva o nome da música gravada por Maria Cecília e Rodolfo ao lado do Exaltasamba.

No site, você conta o troco que deu em alguém, ou alguma história de troco que você ouviu e achou interessante.

Agora no finalzinho do ano, a melhor história foi premiada com um reveillón com tudo pago no Guarujá, cidade onde Maria Cecília e Rodolfo e o Exaltasamba se apresentaram.

Daqui para a frente, novos prêmios vão ser anunciados, e sempre vai haver alguma novidade no site.

Para quem quiser acessar, basta clicar no banner lá em cima, ou na imagem abaixo.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

universo_sertanejo

Jorge e Mateus no "Freddie in Concert"


No último dia do ano, a RedeTV! levou ao ar o “Freddie in Concert”, um programa especial apresentado pelo “Freddie Mercury Prateado”, personagem do Pânico.

Diversos artistas participaram do programa, entre eles a dupla Jorge e Mateus, que inclusive cantou junto com o apresentador.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo