Universo Sertanejo

DESTAQUES

universo_sertanejo

As músicas sertanejas mais tocadas da última semana (7/5 a 13/5)


A lista da última semana reitera o crescimento da música de trabalho de Gusttavo Lima.

“Abre o portão que eu cheguei”, que já vinha subindo nas última semanas, fechou na primeira posição.

O Top3 ainda tem “Amante não tem lar”, de Marília Mendonça, em segundo, e “Sorte que cê beija bem”, de Maiara e Maraísa, em terceiro.

gltop



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

Universal e Wood’s lançam plataforma para lançamento de novos artistas


No início do ano, a Universal Music pôs em prática um projeto interessante chamado “NaCena”.

Tratava-se de um DVD, gravado no estúdio “NaCena”, em São Paulo, reunindo uma série de artistas, uns já conhecidos e de estrada, outros novatos, que não faziam parte propriamente da gravadora.

Basicamente um DVD-coletânea com nomes que estão aí batalhando espaço. A intenção é que o projeto se transforme em uma plataforma de lançamento de novos artistas.

Um grande reforço, no entanto, apareceu no meio do caminho. A Wood’s entrou no projeto, que está sendo lançado hoje sob o nome “Wood’s NaCena”.

A empresa curitibana vai utilizar todos os seus meios (casas noturnas, rádios e redes sociais) para trabalhar a parceria com a Universal.

Os detalhes do novo negócio vão ser anunciados em breve.

Deixo aqui dois vídeos pra quem quiser conferir.

O primeiro é da dupla Léo e Junior, já bastante conhecida de quem acompanha o meio sertanejo:

O segundo é de uma cantora chamada Lorena Cristina, apadrinhada pelo César Menotti, que também participa da faixa.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

Paulo e Jean de música nova: “Seu todinho”


Hoje tem lançamento de uma nova canção de Paulo e Jean, dupla que foi assunto recentemente aqui no blog.

Com um DVD gravado com visual paradisíaco em Dourados, no Mato Grosso do Sul, os rapazes que possuem escritório próprio, o “ZERO67″, aparecem como uma boa aposta para o ano.

IMG-20170511-WA0066

Das boas surpresas que aparecem sem a gente esperar e que não caem na mesmice, grande problema da maioria hoje.

Vale conferir o material.

O projeto contou com as participações de Loubet e Breno e Caio César.

A dupla divulga agora “Seu todinho”, que pode ser conferida abaixo.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

Gusttavo Lima de casa nova


Um dos assuntos mais comentados dos últimos dias foi o anúncio de que Gusttavo Lima, que estava em escritório próprio desde que se desligou da Audiomix, em 2014, assinou com a WorkShow.

O cantor, que havia escolhido tocar a carreira sozinho para ter mais autonomia, terá a parte dos shows controlada pela Work, que cuida das carreiras de Marilia Mendonça, Maiara e Maraísa e Henrique e Juliano, entre outros.

Figura forte por muitos anos nos festivais Villa Mix, Gusttavo deverá passar a ser presente nos Festeja, que são realizados pela Workshow.

A parceria tira uma carga grande de trabalho das costas dele, que tinha o costume de se envolver em todas as questões do escritorio. Além disso, esse ano nasce o primeiro filho cantor.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

Estreou o novo Bem Sertanejo


Estreou, ontem, a segunda temporada do “Bem Sertanejo”, no Fantástico.

O primeiro episódio foi gravado no Tocantins, com Maiara e Maraísa e Henrique e Juliano (com uma participação extra do Rick), e pode ser conferido AQUI.

O capítulo trouxe também uma canção inédita, gravada por Michel Teló ao lado de Maiara e Maraísa, “Modão Doído”. A música faz parte do novo DVD de Teló, também chamado “Bem Sertanejo”.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

As músicas sertanejas mais tocadas da última semana (30/4 a 6/5)


A lista da última semana traz, de volta, Maiara e Maraísa à liderança, com “Sorte que cê beija bem”.

Na segunda posição, “Abre o portão que eu cheguei”, canção de Gusttavo Lima que vem crescendo, seguida de “Vidinha de balada”, de Henrique e Juliano.

Não houve nenhum estreia no Top10.

novosor



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

Hoje é Dia do Sertanejo


Hoje é 3 de maio, Dia do Sertanejo, dia que muita gente passa por aqui pra saber exatamente o porquê dessa data.

Vou deixar mais abaixo a explicação, mas antes um vídeo que qualquer um deveria assistir. Bruno, voz e violão, cantando “Amante”, de Chitãozinho e Xororó.

___

Por que comemoramos o “Dia do sertanejo” em 3 de maio?

Aparecida-SP, cidade conhecida por sua questão religiosa, sempre recebeu caravanas de todos os tipos. Cantores e violeiros não ficavam de fora, e na década de 1960, organizavam viagens até a cidade, acompanhavam uma missa e se reuniam depois para tocar, sempre com suporte da Rádio Aparecida.

Acompanhando esses encontros esporádicos entre músicos, Geraldo Meirelles, comunicador importante na história da música sertaneja, teve a ideia de definir uma data específica para que sertanejos de todos os cantos fossem se encontrar em Aparecida. A intenção era de criar uma tradição.

O dia escolhido foi 3 de maio. O ano era 1964. Violeiros de todos os cantos foram chamados e, para que a reunião tivesse mais força ainda, a Rádio Aparecida organizou um show encabeçado por Tonico e Tinoco, que também contou com nomes como Liu e Léu e Irmãs Galvão.

Com o evento se repetindo todo dia 3 de maio, a data passou a ser difundida como “Dia do Sertanejo”.

A ideia foi seguida tão à risca que, amanhã, a cidade recebe a 52ª do show. São 52 anos mantendo a tradição.

É comum que se veja em alguns lugares, no dia 3, homenagens ao povo sertanejo, povo oriundo do sertão. Não há nada de errado nisso, embora a origem seja a história contada acima.

Se nossa música emprestou o termo “sertanejo” deles, nada mais justo que se utilizem dessa data para homenageá-los também.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

A República que você deveria frequentar


Está sendo ampliado um projeto muito interessante que comentei aqui alguns meses atrás.

A “República LKS”, do produtor musical Blener Maycom, é uma das sacadas mais bacanas dos últimos anos. Ela precisaria receber uma atenção pra poder crescer, e é o que está acontecendo.

Para quem não conhece o projeto, trata-se de uma casa em que são ministrados treinamentos de práticas necessárias à carreira de um artista. Rola instrução musical, de comportamento e até empresarial.

Blener, dono do projeto ao lado de Shelly Moreira, passou a levar nomes grandes para dentro da “República”. Na foto abaixo, uma reunião de repertório com João Neto e Frederico no que eles chamam de “Casa de Composição”.

blnm

Como disse recentemente em um vídeo aqui, é fundamental que artistas novos frequentem o meio, discutam, falem sobre música e tentem entender melhor o ambiente no qual pretendem viver e fazer sucesso. A “República” vai de encontro com essa necessidade, e por isso acho a ideia tão interessante desde o início.

Além de João Neto e Frederico, Naiara Azevedo e Felipe Araújo, que todos conhecemos tão bem, as gêmeas recém-lançadas Julia e Rafaela também tem experiência dentro da casa, assim como a cantora Rafaela Miranda, que participou no início do projeto e hoje está de volta para um “intensivo”.

Abaixo, segue um vídeo que mostra os profissionais envolvidos na “República”. Vale conferir.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

Vamos falar de Belchior?


O assunto mais comentado do último domingo foi a morte de Belchior, um dos maiores letristas que já tivemos, embora os mais novos conheçam apenas seu sumiço, que virou assunto em diversos veículos nos últimos oito anos.

Belchior não era da música sertaneja, mas escreveu algumas músicas deixariam qualquer fã caipira emocionado.

Gostava dele também por um outro motivo: ser extremamente inteligente e se esforçar para escrever coisas que a pessoa menos letrada poderia entender, mantendo a qualidade do texto lá no alto, por mais difícil que fosse.

Faço três indicações.

A primeira delas é a canção “Galos, noites e quintais”, que narra a saudade dele da vida nordestina na infância. A música é maravilhosa e revela a tristeza de quem deixa sua terra em busca da cidade grande (conhecemos bem essa história).

A segunda é um disco inteiro. Ao lado do violonista Gilvan de Oliveira, ele gravou um CD acústico com seus grandes sucessos. Pra quem não é afeito aos arranjos dos anos 1970, década de sua principal produção (“Alucinação”, de 1978), o disco é ideal. Arranjos de violão com o foco nas letras. Vale MUITO a pena. Todas as músicas do projeto estão na playslit abaixo.

A terceira é uma entrevista dada por ele ao professor Pasquale, na época do “Nossa Língua Portuguesa”, programa da TV Cultura. Belchior fala do próprio trabalho, do alcance popular que conseguiu e da preocupação que ele tinha de que seu trabalho bastante detalhado para compor fosse notado.



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)

universo_sertanejo

As músicas sertanejas mais tocadas da última semana (23 a 29/4)


A lista da última semana traz a volta de “Acordando o prédio”, de Luan Santana, para a primeira posição.

O Top3 ainda é formado por “Enquanto eu brindo cê chora”, de Bruno e Marrone, e “Cadeira de aço”, de Zé Neto e Cristiano.

A novidade fica por conta de “Saudade do caramba”, de João Neto e Frederico, que entrou na décima posição.

llnovo



Assina aí meu canal sobre música sertaneja =)