Sobre o autor

Piunti

Pedro e Paraná lançam “Chifre Dói” gravada com Parrerito


Ontem, domingo (20), foi lançada a música “Chifre dói”, da dupla Pedro e Paraná, que está disponível no YouTube e também nas plataformas digitais.

Gravado em parceria com o Trio Parada Dura pela LB7 Music, o trabalho é o último registro musical do Parrerito, que faleceu em 13 de setembro devido a complicações da Covid-19.

Pedro e Paraná, irmãos de Umuarama-PR, na primeira vez em que subiram em um palco, em 1979, cantaram justamente uma canção do Trio, “Homem de Pedra”.

Os responsáveis por promover a parceria entre o Trio e a dupla são os conhecidos produtores Luis Gustavo Garcia e Orlando Baron, que se uniram recentemente para a criação da LB7 Music.

O clipe de “Chifre dói” pode ser conferido abaixo.

Marília no início


Marilia Mendonça, nos últimos dias, fez uma série de postagens nas redes sociais como se estivesse começando agora a carreira como cantora.

Ontem (17), durante o programa da Fátima Bernardes, ela explicou a ação.

Marília vai fazer uma live baseada no primeiro DVD dela, que tinha a música “Infiel” e vários outros sucessos, gravado no estúdio do produtor Eduardo Pepato.

A transmissão está marcada para o dia 17 de outubro.

Parrerito †


O cantor Parrerito faleceu ontem, domingo 13, por volta das 22h, em Belo Horizonte. Aos 67 anos, ele estava na UTI desde a segunda retrasada por conta da Covid-19.

Ainda no fim dos anos 1980, ele teve a responsabilidade de substituir o irmão, uma das vozes mais marcantes que já tivemos, e o resultado foi acima de qualquer expectativa.

De dez anos pra cá, com papel importante do Leonardo, o Trio Parada Dura voltou a trabalhar como artista de ponta.

Os mais jovens podem não ter conhecido o Barrerito, mas conheceram o Parrerito, o irmão mais novo, de voz tão parecida, que se despediu hoje tendo cumprido o papel de eternizar a importância do Trio Parada Dura na música sertaneja.

Continua


Tenho feito no Instagram, às quartas, postagens sobre discos que ficaram marcados.

Ontem, 9, escrevi sobre “Continua”, único disco de estúdio lançado pelo Cristiano Araújo.

O texto segue abaixo.

___

Era 2013 e o Cristiano Araújo havia decidido gravar seu primeiro disco de estúdio (o único), época em que o padrão era o ao vivo.

O projeto tinha algo mais incomum ainda. Com 20 faixas, mais da metade produzida pelo Bigair dy Jaime (responsável também pelo disco amarelinho do Gusttavo Lima postado aqui), ele teve canções assinadas por mais 5 produtores diferentes.

Era uma salada musical, termo que eu usei na época, que poderia gerar até uma interpretação negativa, mas isso tinha tudo a ver com o Cristiano.

Ele era um intérprete romântico, mas tinha um show muito animado, então fazia todo sentido ter canções de estilos diferentes. Mesmo assim, muita gente desconfiava desse disco.

O repertório, no entanto, acabou com qualquer desconfiança. Tinha nada menos que “Maus Bocados” e “Caso Indefinido”. As duas canções foram as que ficaram mais conhecidas desse projeto, e de tanto sucesso que fizeram, acabaram por não deixar outras faixas crescerem.

“Continua” e “Pedaços” (minha preferida) eram a cara do Cristiano Araújo. Letras românticas mais simples e foco total na interpretação, usando e abusando dos tons altos, algo que ele adorava fazer (eu colocava “Pedaços” no repeat eterno, peguei pra ouvir hoje e pus no repeat de novo).

Ainda havia uma pérola chamada “Igual você não tem”, que poderia ter sido hit caso houvesse espaço, mas o disco era um absurdo. Já seria o melhor projeto do Cristiano (na minha opinião, claro) se parasse por aí, mas ainda havia a parte das músicas de balada (lembra que a gente usava o termo “música de balada” por conta das boates?).

Na intenção de atender aos que gostavam desse tipo de música, ele acertou em cheio na “Empinadinha”, “Mete fogo na saudade” e “É só chegar e beijar”, 1ª faixa do disco.

Foi nesse projeto, também, que a gente começou a ver uma nova imagem do Cristiano, deixando pra trás o rapaz de cabelo bagunçado, como no DVD anterior, dando espaço a um cantor de visual mais elegante.

Lançamento do GL


Gusttavo Lima vai lançar no próximo dia 17, daqui a exatamente uma semana, a primeira canção do DVD “The Legacy”.

O nome da música é “De menina pra mulher”.

O DVD foi gravado em Goiânia no final de julho.

Na Fazenda


Na última terça-feira, 8, teve início o reality “A Fazenda”, da Record.

O Mariano, da dupla Munhoz e Mariano, é um dos participantes, como eu já havia comentado por aqui.

O programa, que requer confinamento, pode ser interessante para ele, já que esse semestre vai ser mesmo um semestre sem shows.

Diego e Ray cantam com Jonas Esticado


Diego e Ray, apostas mais recentes da Universal Music, tem feito um caminho semelhante ao de outros artistas de sucesso: abriram espaço como compositores e agora começam a crescer como cantores, também.

São deles canções como “Homem de família”, “Sorte que cê beija bem”, “Ciumeira” e “Não deixo não”, só para citar alguns exemplos.

Amanhã (4), sexta-feira, a dupla lança uma canção nova ao lado de Jonas Esticado, chamada “Xodozinho”.

A faixa faz parte do novo DVD deles, que ainda não foi lançado (a pandemia tem alterado as programações de lançamentos).

Deixo abaixo um teaser da “Xodozinho”.

Jenner Melo emplaca música com grupo CNCO


Publiquei hoje, no Instagram, uma informação bem interessante para os que gostam de música no geral, não só sertaneja.

O produtor Jenner Melo, um dos nomes mais conhecidos da nova geração, emplacou, como compositor, uma canção no repertório do grupo americano CNCO.

E não foi uma música qualquer. Trata-se do novo single dos rapazes, “Beso”, lançado ao vivo no último domingo durante o VMA, tradicional premiação da MTV dos Estados Unidos.

Jenner esteve em Miami, em 2018, para um encontro de produtores e compositores. A canção surgiu durante a viagem.

De acordo com ele, os gringos gostavam da batida da vaneira, por isso “Beso” tem um jeitão que pode nos parecer familiar.

Abaixo, deixo um vídeo (muito bacana) do Jenner contando sobre a experiência de ter uma composição lançada no mercado norte-americano e como isso foi possível.

Em seguida, o vídeo de “Beso”, composição dele gravada pelo CNCO.

Os vídeos sertanejos mais assistidos na pandemia


Publiquei no Instagram, hoje, uma ranking com os 10 vídeos sertanejos mais vistos no período da pandemia.

Os números foram levantados pela ConnectMix a pedido do blog.

As visualizações foram contadas no período entre 20 de março, data em que o Senado aprovou o estado de calamidade pública, até hoje, 31 de agosto.

O grande destaque, como poder ser visto, é a dupla Henrique e Juliano.

Belutti na “Dança dos Famosos”


O cantor Belutti foi anunciado ontem, 30, como um dos participantes da “Dança dos Famosos”, competição realizada no programa do Faustão.

Belutti é um dos nomes sertanejos que mais vem tendo desempenho positivo no período de ausência de shows.

Além de lives elogiadas, o cantor emplacou como apresentador do “Arena Brahma” ao lado da Rafa Kallimann, em projeto exibido no Instagram, e agora vai ter mais exposição ainda aos domingos na Globo.