Tonny e Kleber e uma volta por cima muito bem feita

Fui acompanhar a gravação do DVD, mas o que aconteceu em cima do palco talvez não tenha sido o mais importante da noite.

Produzido musicalmente pelo Orlando Baron com a direção de vídeo do André Caverna, Tonny e Kleber fizeram um ótimo DVD em um teatro de São José do Rio Preto.

Repertório muito bem selecionado, em uma época em que o mercado sertanejo está dando cada vez mais liberdade pra se cantar o que quiser, já que a fase das músicas “fáceis” aparentemente ficou pra trás.

tkrt

Mas como eu disse, o DVD não foi o mais importante, apesar das participações de Chitãozinho e Xororó, Bruno e Marrone, Renato Teixeira e Edson.

Tonny e Kleber tem praticamente 16 anos de história, entre um início promissor, com bons empresários e apoiadores (já tiveram por trás Chitãozinho e o jogador Roberto Carlos que, aliás, também ajuda nesse novo projeto), e uma realidade não tão interessante assim, com dificuldades pra se posicionar principalmente depois que essa nova geração da música sertaneja se destacou.

A dupla é muito talentosa, canta muito bem, mas por uma questão de geração, era mais presa ao final dos anos 1990 do que aos tempos atuais. E essa característica os fez, principalmente nos últimos anos, desacreditados, uma dupla que “tinha perdido o timing“.

Escrevi isso outro dia no Instagram, que enquanto montava o blog, sete anos atrás, assistia durante as madrugadas os vídeos em que o Kleber cantava, nos tons mais altos possíveis, alguns clássicos sertanejos daquelas mais sofridos.

Foi muito bom poder vê-los bem, com estrutura, e com a mesma vontade lá do comecinho. Um outro trabalho muito difícil vem agora, de fazer com o projeto que gravaram tenha saída, tenha repercussão. Por isso mesmo é que eles disseram que não tem pressa em lançá-lo, já que esperaram 16 anos pra gravá-lo.

É mais um desafio, mas que a realidade da música sertaneja permite que seja superado.

tkteatro

___

universo_sertanejo

banner-ta-de-sacanagem

Comente!

___