"Paguei R$ 3 mil pra cantar", diz Luan sobre primeira apresentação em Barretos

Os cantores Daniel e Luan Santana se apresentaram, no domingo pela noite, na Festa de Barretos, encerrando a primeira semana de Festa.

Já é tradicional que todo primeiro domingo tenha sua renda revertida ao Hospital de Câncer de Barretos. O cachê dos artistas também vai para o Hospital.

Mais contido que em outros dias, o público, de pouco mais de 20 mil pessoas, se comportou de maneira mais calma, como costuma acontecer em todo domingo.

Antes de subir ao palco, Luan lembrou de sua primeira apresentação em Barretos, no ano de 2008, quando pagou R$ 3 mil para cantar em um palco secundário.

“Rapaz, a gente veio numa turma pra divulgar o CD. Ficou todo mundo amontoado num quartinho, um monte de CD pra distribuir, e lembro muito bem que o preço era R$3 mil reais pra se apresentar. Nós pagamos e viemos. No ano seguinte, eu era pouco conhecido, mas “Meteoro” já estava andando. Aí no ano seguinte eu já estava fazendo sucesso mesmo”.

O cantor deu início a seu show pouco antes da uma da manhã, para o segundo show da noite. Até havia a ideia de Daniel fazer uma participação, mas não foi possível por conta de problemas de horário do próprio Daniel, que precisava ir embora.

Luan fez sua apresentação padrão, recebeu as calcinhas e sutiãs, brincou com o público, e fez cover de “Someone like you”, da Adele.

Luan nunca recebeu dinheiro por cantar em Barretos. Nos dois últimos anos, quando esteve presente como uma das principais atrações, ele recebeu cachê e doou ao Hospital de Câncer. Ontem, como era dia do Hospital, o dinheiro do cachê e da bilheteria nem passou pelas mãos da equipe dele, foi diretamente para os responsáveis pelo Hospital.

O início da semana será de folga para o cantor. Logo após a apresentação, Luan seguiu direto para Corumbá-MS, para um de seus principais hobbies: pescar.

___

Zé Camilo, pai de Daniel, Luan Santana e Daniel

-Daniel

Daniel abriu os shows de domingo por volta das 23h, três horas após o que estava marcado no site oficial, o que é de praxe.

Antes de sua apresentação, o cantor falou ao blog sobre mais uma experiência sua, agora como jurado do “The Voice”, programa que estreia em setembro na Globo:

“Eu estou muito animado com a experiência de ser jurado, de participar de um programa desses moldes. Eu já passei por isso, fui julgado, corrigido, faz parte da carreira de qualquer cantor. É algo diferente por conta de uma pressão que você mesmo se impõe, que é a de saber, só ouvindo a voz, quem merece seguir. Eu aceitei o convite logo que me convidaram, depois fui ver o programa lá fora e a ideia é realmente muito interessante, acho que o público vai gostar”.

Sobre a fama de bonzinho, Daniel disse que é possível ser crítico e educado ao mesmo tempo:

“Você pode criticar, mostrar o erro e mesmo assim ser educado. Eu estou lá pra fazer meu trabalho, ajudar no que eu posso, então vai haver horas em que a gente tem que dizer a verdade, ser direto, não dá pra ser bonzinho sempre. Mas quem está lá, sabe que as críticas e as correções fazem parte do programa”.

O cantor ainda confirmou que seu DVD de 30 anos de carreira, antes programado para o final do ano, será gravado no ano que vem por conta de sua participação no novo programa.

___